Leão

Sport reduz lista de jogadores "negociáveis" que não estão nos planos para 2020

O técnico Daniel Paulista trabalha no Leão atualmente com 34 jogadores

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 03/07/2020 às 7:16
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Pablo Pardal chegar a ser utilizado no começo deste ano - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Três jogadores da listas de "negociáveis" do Sport estão com os futuros definidos. São eles: o lateral-direito Ewerthon, o meia Pablo Pardal e o atacante Pedro Maranhão. O primeiro vai retornar para o time sub-20. Os outros dois estão com negociações encaminhadas para o Cascavel-PR e Juventude-RS, respectivamente.

"Já tem negociado Pardal, Pedro Maranhão e Everthon vai voltar para a base", confirmou o presidente rubro-negro Milton Bivar, em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, na Rádio Jornal.

LEIA MAIS

Sport diz que ainda não recebeu todos resultados dos testes da covid-19

Sport inaugura portal nebulizador e aumenta prevenção contra covid-19

"Era o único jogo do horário", afirma presidente do Sport sobre os mais de dois milhões de audiência do Flamengo

Presidente do Sport considera 15 de julho uma boa data para retorno do futebol

Milton Bivar revela diagnóstico de covid-19: "Estou no grupo imune"

Ainda estão com as situações indefinidas o zagueiro Cleberson, o volante Rithely e o atacante Juninho. Para o cabeça de área, o empresário dele (Roberto Faustim) está procurando um novo clube. O salário do jogador no Leão gira em torno de R$ 120 mil por mês e ele tem contrato até o fim de 2022.

Quem também tem um contrato longo é Juninho. O vínculo dele com o Sport vai até 2021 e recentemente foi devolvido após ser emprestado ao Guarani. Já Cleberson desembarcou na Ilha do Retiro no início do ano passado e é jogador rubro-negro, no momento, até o fim desta temporada.

Elenco

No total, 34 jogadores estão trabalhando com o técnico Daniel Paulista nesta nova pré-temporada no centro de treinamento. Esse número ainda deve ser reduzido porque o Sport pretende contratar mais jogadores depois que regularizar os salários atrasados com o grupo atual.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias