Leão

Presidente Milton Bivar não poupa detalhes e abre jogo sobre Sport em entrevista à Rádio Jornal

Sport é o décimo primeiro colocado da Série A com onze pontos

Pedro Alves
Pedro Alves
Publicado em 10/09/2020 às 16:48
Notícia

GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Gestão Milton Bivar no Sport acaba no fim deste ano - FOTO: GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

O presidente do Sport Club do Recife, Milton Bivar, concedeu uma entrevista exclusiva para o repórter Igor Moura, da Rádio Jornal, e detalhou sobre tudo que aconteceu durante sua gestão, que iniciou em 2019 e termina no final de 2020. Assuntos polêmicos envolvendo venda de jogadores da base, troca de treinadores, auditoria prometida durante sua campanha, chegadas e saída de jogadores, patrocinadores, saúde financeira do clube e projeção para futuro foram abordados na entrevista.

CONFIRA

INÍCIO DE SÉRIE A

Eu refuto como uma campanha positiva. Série A é cada jogo uma decisão  e é muito difícil. Infelizmente, nós tivemos alguns jogos que nós perdemos no detalhe, mas isso faz parte do futebol. Estamos indo bem. A chegada de Jair Ventura melhorou bastante a nossa forma de jogar a partir do momento que a gente começou a ser reativo. Acho que estamos no caminho certo, com muita paciência nós vamos atingir o nosso objetivo que é a permanência na Série A.

SAÍDA DE DANIEL E CHEGADA DE JAIR VENTURA

No Sport não se contrata treinador fazendo enquete. A gente contrata pelo que a gente acha, pelo que temos condições de pagar, que é o primeiro passo, não podemos trazer nomes midiáticos. Contratamos dentro das nossas possibilidades e o Jair foi o nome que apareceu e só apareceu o dele mesmo, não teve segundo nome. 

PROBLEMAS FINANCEIROS PARA CONTRATAR

Desde o ano passado, quando a gente pegou o time e tivemos que remontá-lo. Encontramos dificuldade de trazer jogadores e teve alguns que falaram no ano passado ‘para o Sport não vou não’. Teve dois jogadores que a gente tinha interesse que foram para o Paraná Clube e não vieram para cá. Mas felizmente o nosso conhecimento é grande ainda no futebol, temos um bocado de gente amiga e através de amizade, a gente conseguiu chegar no Grêmio e trazer o Guilherme, chegar no Internacional e trazer o Charles, chegar no São Paulo e trazer o Willian Farias e todo esse network facilitou que a gente pudesse montar o time e ao mesmo tempo os nosso contratos não pode ter condições de comprar definitivamente os direitos dos atletas nesse período.

SAÍDA DE WILLIAN FARIAS

Uma forma da gente não ficar com nada, foi um acerto que a gente fez com ele e com seu agente que girou em torno de R$ 1 milhão para ele sair e a gente não ficar com nada na mão.

QUASE SAÍDA DO SANDER

O Sander é um jogador que já está há mais de dois anos no clube, é um jogador que gosta do clube, tem respeito pelo clube. Ele goza da maior consideração pelo fato dele considerar o Sport. Sempre a gente tem que ter conversa porque de certa forma ele estava sendo sacrificado em relação a alguns acertos que a gente tinha sido feitos e que não estava sendo cumpridos ao pé da letra. Ele tava calado o tempo todo, eu tinha até esquecido, mas sentamos, conversamos. Essa não foi a parte mais importante que conversamos e acertamos, mas é fundamental que ele continue no clube. Um jogador de raça e que representa todos os anseios da torcida. 

LEIA MAIS

> Jair Ventura explica manutenção de Elton no Sport: “Meritocracia”

> Marquinhos acredita que Sport sentiu desgaste físico diante do Fortaleza

> Sport vai reencontrar Luxemburgo pela primeira vez depois da polêmica demissão do treinador

> Jair Ventura lamenta derrota do Sport diante do Fortaleza e admite falta de intensidade

> Sport joga mal, perde para o Fortaleza e quebra sequência positiva no Brasileirão

LATERAL ESQUERDA

O caso do Juba é um jogador que é oriundo da base. Nós não contratamos o Juba. Nós já tínhamos o Sander e com a ascendência do Luciano Juba, que para mim foi uma das grandes revelações do ano passado para cá, fruto daquele projeto de trabalhar com dois times e antecipar a apresentação (dos jogadores da base) e etc.. e a gente pôde ir observando o Juba com maior precisão. E aí está o jogador que já é uma realidade, renovamos o contrato dele por mais três anos e tenho certeza que o Sport vai ter muitas alegrias com a participação de Juba jogando no nosso clube. Não pensamos em lateral esquerdo no momento.

ROGÉRIO

A situação a gente entende que tem que aproveitar essa oportunidade de trazer jogador experiente e que participou de bastante Série A, jogador que tem vontade e é tanto que ele chegou aqui acima do peso, mas entrou no peso ideal, tudo sobre controle da nossa fisiologia e é um jogador que está entregado 100% ao elenco e eu espero que Rogério também dê alegria a gente.

REFORÇOS

Estamos no mercado. Está difícil você contratar jogadores. Temos algumas situações que talvez essa semana se concretize. Possivelmente duas posições diferentes.

COMPARAÇÃO DE ATACANTES COM JÔ

Comparação foi com a idade. Experiente. É o que nós temos. O Sport tem dois centroavantes do quilate de Elton e Brocador, quem é que tem? Onde é que tem? São poucos os times que tem dois centroavantes experientes e com a qualidade que os dois tem. ‘Mas eles só fizeram dois gols’, mas quem fez mais? Quem é o artilheiro do campeonato? Me parece que nem centroavante ele é, o Galhardo, que é um meia-atacante, e o Marinho, que é um canhoto que joga pela direita. Você tem na qualidade muito boa e que vinha fazendo gols no Campeonato Gaúcho que é o Diego Souza e ainda tá pegando, por isso vai diminuir a qualidade de um jogador como ele? De forma alguma, porque ele tá há dois, três jogos sem marcar? Não é assim que a banda toca. Eu fico impressionado com o imediatismo da imprensa, dos torcedores, até mesmo dos conselheiros. Não tem a menor paciência. O jogo de ontem eu já vi gente reclamando que ‘o menino (Juba) não sabe marcar, fez um pênalti’, pera aí. Calma. Tem que ter calma. Ele não teve a menor intenção de fazer o pênalti. Ele botou a perna e o cara malandro se deixou tocar. A mesma coisa aconteceu com Mailson, jogador oriundo da base, sem experiência. Mas todo mundo meteu o pau em cima e disse que não prestava. Seria muito bom se a gente tivesse um elenco igual do Real Madrid e do Barcelona que sai um e tem outros bons. É querer demais que eu seja tão inocente de falar mal do que eu tenho. Eu não vou falar mal nunca do que eu tenho.

REGULARIZAÇÃO SALARIAL/DOAÇÃO DO CLUBE

A comissão técnica está em dia. Até mesmo o caso de Daniel Paulista que saiu, foi feito um acordo, graças a Deus, sem maiores problemas. O nosso elenco estamos bem próximo. Próximo mesmo. E eu posso dizer que se no Brasil tiver 10 clubes com o salário mais ou menos, o Sport está no meio. Poucos estão melhores que o Sport. Para tá melhor que o Sport, tem que tá 100% em dia. O Sport está quase regularizado mesmo sem ter proposto a redução durante a pandemia.

FUNCIONÁRIOS COM ACORDOS PASSADOS QUE FORAM DESLIGADOS

Isso é uma complicação. Alguns não houveram acordo, foram para a justiça e estão na 12° vara que é onde o Sport tem o acordo trabalhista e eles vão receber. Hoje a situação na 12° vara é muito boa. Até onde eu tô sabendo, o Sport tem aproximadamente mais  de R$ 3 milhões para pagar essas despesas todas. O dinheiro já está lá.

PATROCÍNIO MASTER

Nós fizemos uma engenharia com relação a esse patrocinador master e eu acredito que até o dia 22 vamos apresentar um novo patrocinador e que vai resolver esse problema de vez. A parte burocrática já está em andamento e acredito que até amanhã ou no máximo segunda-feira já estaremos assinando esse contrato.

POLÊMICA ÁUDIO JÚNIOR MATOS

Essa parte o mais importante é a verdade. Eu sempre digo: a mentira da volta ao mundo, enquanto a verdade ainda está calçando suas botas. Frase de um filósofo americano. A imprensa tem se pautado muito por esses perfis de rede social do Twitter que é onde a pessoa se esconde. Quem é a pessoa física? Pode ser uma pessoa qualquer e ninguém sabe nada. A pessoa conhece Milton Bivar, mas como eu vou saber qualquer coisa desses perfis. A maioria tem perfil falso. Eu não posso tá a todo momento respondendo a um negócio desse. Sobre o vazamento do áudio do Júnior Matos, ele ligou para mim imediatamente, se desculpou, dizendo que ele não autorizou, que foi um parente e para mim aquilo ali morreu. Eu vou falar mais o que? Falaram que Chico Guerra ia sair, mas não foi um ex-diretor que falou. Se fosse eu responderia, mas eu vou responder a perfil? 

PREFERÊNCIA NO GOL

Não existe isso. Esse problema de quem vai jogar é do treinador. O cara da padaria tem a sua preferência, o gari também, o secretário do meu prédio tem a sua preferência, todo mundo tem. E eu quero dizer que presidente e diretor também tem. É a mesma coisa que você chegar numa pessoa e perguntar ‘qual dos três filhos você gosta mais?’ O cara vai dizer? Não vai! Não existe gostar igual. Você pode ter mais afinidade com um ou com outro, mas na hora H você ama os três filhos. Você leva isso para o futebol. A gente não tem só dois goleiros. Temos também o Carlos Eduardo que também é muito bom. Em termos de goleiros, o Sport está muito bem servido na Série A.

AUDITORIA

O conselho foi levado para o Ministério Público, desde o terceiro ou quarto mês da minha gestão apresentamos ao conselho uma auditoria interna da BWA que é considerada no mercado a terceira ou quarta melhor auditoria.

FOLHA PARALELA

Bem menos (que a do futebol atual). Temos conseguido pagar (Magrão, Agenor, Luxemburgo...) a custa de muito sacrifício, mas estamos conseguindo honrar os nossos parcelamentos.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO NA PANDEMIA

Atrapalhou e muito. Porque o vírus é tão letal? Ele é letal às pessoas que têm doenças prévia, diabete, problema no coração, obesidade… e é letal e a grande maioria vem a óbito. O mesmo caso é o Sport, aí vem uma pandemia dessa e foi afetado mais que outro clube que tem uma saúde financeira melhor. Então essa foi a razão e hoje estamos quase no meio do ano e a gente não conseguiu nem próximo de chegar perto desses R$ 2 milhões na folha atual. Foi feito um planejamento da minha parte que para recuperar o clube, conseguimos no primeiro ano, foi um feito magnífico a gente subir, dentro do projeto que a gente tem em andamento, para a Série A. A gente subiu, fomos campeões em 2019, saindo de um patamar de receita muito baixo para um patamar razoável, embora a gente tinha junto a nossa maior receita que é da Rede Globo, tínhamos um débito de R$ 18 milhões e que a gente está pagando e vamos quitar esse ano. Todo mês vem descontado. Pode crê que eu recebo apenas R$ 2, 2,5 ou 3 milhões no máximo. É isso que acontece. A gente fez esse sacrifício e estamos colocando em prática todo o nosso projeto de recuperação do clube e parte pela parte financeira, estamos cumprindo com os acordos, enxugamos a máquina, voltamos a dar manutenção ao patrimônio, conseguimos ajeitar o gramado, então o Sport hoje é um clube que tem um camarada que chega de 7h e olha o clube, dentro da dificuldade, mas não é casa de mãe Joana. Tem quem cuide e ame o clube. Os diretores trabalham incansavelmente, trabalhando de dia e noite, com esse Whatsapp não temos sucesso. Você trabalha 24h sem nem perceber. Para 2020, fizemos o projeto da gente botar dois times e valorizar a Prata da Casa, fazer um time sub-23 como alguns times do Brasil, tentamos fazer, mas não deu certo. Tive que mexer, tirar treinador e tirar gente porque não conseguimos fazer nem um time, nem outro. A gente não sabia da importância do Campeonato Pernambucano. Eu deveria ter respeitado mais. Mas infelizmente deu errado e eu me desculpo com a torcida. Eu sou presidente em dois mandatos, ou seja, quatro anos, e desses quatro anos eu fui campeão três vezes. Mas infelizmente achei que poderia copiar o que o Athletico fez para valorizar alguns atletas. Alguns jogadore se valorizaram. Adryelson quando eu assumi, a empresa tinha colocado na justiça, e ele estava praticamente fora do Sport. Mas ele seguiu e está aí e é um dos destaques da nossa equipe. Se isso tudo que estamos fazendo, com os pés no chão e com a coragem de bicho, sei que a nossa torcida é exigente, da mesma forma que ajuda e eu não quero comparar com nenhuma porque é incomparável. Tenho até que me desculpar com alguns, porque não posso trazer alguns jogadores e destruir com os pés o que estamos fazendo com a mão. Temos que ir até o fim, com a filosofia de um time barato, mas de garra que querem ajudar o clube e tirar dessa situação. É com essa dedicação dos nosso atletas, que já estavam passando dificuldades em função dos pagamentos atrasados, coisa que agora a gente vai colocar em dia nos próximos dois meses, que você vai ouvir falar que o Sport está 100% em dia.

DERROTAS QUE MAIS DOEM

Eu posso citar duas derrotas que me abalaram bastante. Essa do Brusque, porque a gente fez tudo que a comissão técnica pediu, e eu tava um pouco distante sem ir aos treinos, e foi aquele fiasco e a outra foi aquela derrota contra o Coritiba que ninguém merece e os torcedores ficaram muito P da vida. Costumo ficar mais sereno nas derrotas, mas aquela ninguém merece tomar um gol aos 48 minutos da forma que aconteceu. Não fez três minutos e o Sport perdeu um gol cara a cara. Sem querer culpar ninguém.

NOVA MP

Eu acredito que não (novas plataformas chegarem perto do pagamento da Rede Globo). Outra coisa é se você acredita na MP. Lógico (que acredito), ela é fundamental e importantíssima para que ao menos tenha concorrência. Essa transmissão só tinha um, não tinha concorrência, e isso é importante que tenha concorrência, para a gente subir o preço e poder ter maior valorização no nosso produto futebol e vai melhorar e muito as transmissões do jogo de futebol. Eu acredito até que isso é o futuro. A gente agora tá tendo um campeonato sem torcedor e esses torcedores estão assistindo os jogos pagando. Não estão pagando diretamente ao clube, mas estão pagando a empresa que tem contrato com o clube.

SAÍDA DE JOGADORES DA BASE

Foi implementada um projeto de como encarar a base, tem sub-14, sub-15, sub-17, sub-20 e sub-23. Então o que se passou. Acho que deveria se colocar mais diretores e foi formado um grupo que estão até hoje. Alguns saíram, mas a filosófica e o corpo praticamente continuou com os mesmos elementos com a saída de três ou quatro. Não teve fuga de nenhum jogador, o que era normal eles saírem para jogar por outros clubes, outros centros… Outra coisa que a gente breackou. Hoje para um jogador ficar treinando na base e chega a hora da avaliação e não sai ninguém se não for assinado por quatro diretores e até o presidente tem que assinar para a saída de qualquer atleta do Sport. Alguém acha que presta? Então fica. O Náutico tem um jogador nosso que saiu assim. Essa nova filosofia igual fizemos com o Jadson, do Elias que retornou, não significa  que sempre vai dar certo não. Eu gostaria que todas dessem certo. Tem alguns atletas que você não tem condições de segurar. Ou você segura jogadores de 14 anos, que não tem contrato de vínculo nenhum, mas você tem acordo de cavalheiros e o Sport se impôs e ninguém chega aqui e leva. Não acho uma grande quantidade porque são 11 atletas no Flamengo, tem três ou quatro, tem três no Atlético, um no Palmeiras, o Athletico pegou mais um e aí com esse percentual e alguns gatilhos de pagar jogadores por minuto, não pode vender o jogador por menos de R$ 5 milhões, para fazer qualquer negócio o Sport tem que ser ouvido, então dentro de um contrato, a gente não foi fácil de bloquear as coisas, porque temos uma garantia enorme em cima desses jogadores. Agora é torcer para que daqui a quatro ou cinco anos temos um retorno. Essas parcerias são fundamentais para que possa dar um upgrade na sua base.

DÍVIDAS

Isso me tira um pouco o sono. Tá tudo mais ou menos acertado, a forma de pagamento, o dinheiro já existe para pagar a parcela inicial, só que não conseguimos colocar no papel. Tem o Fernando Sarney que é da CBF, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol que também tem se dedicado para que a coisa possa ser colocada no papel e eu possa dormir mais tranquila.

DINHEIRO JOELINTON

O valor não é aquele valor que foi divulgado, entrou um bom dinheiro e ajudou e muito na campanha da Série B. E do jeito que a gente tava qualquer dinheiro era bem vindo. Já demos a destinação, é o dinheiro entrando e pagando.

ANTECIPAÇÃO DAS ELEIÇÕES

Vai ser antecipado sim. Não tem fundamento (reclamações sobre a antecipação). Talvez essa pessoa que você falou não queira ser presidente do clube. Só aparecer. Porque se ele tá pretendendo realmente a possibilidade de vencer a eleição e ir tomando pé da situação que ele assuma o clube no dia 1 de janeiro e no dia cinco já ter jogos importantíssimos que vão ser os jogos finais do Sport, onde poderemos ter duas situações, uma tá lá trás tendo que ganhar vários jogos para poder subir, ou tá em uma boa situação e ter que não perder para ficar fora do Z4. A pessoa vai ter todo esse tempo para trabalhar. O que seria dia 1 de janeiro, seria primeiro de novembro. Que diferença faz?

SATISFEITO COM O MANDATO?

Independente do Sport ficar na Série A ou não, eu me sinto com o dever cumprido. Eu só sinto muito eu não tá com a saúde 100% para poder continuar mais dois anos na frente do meu clube para continuar ajudando. Que seja um até logo, não como presidente, mas para ajudar com minha experiência, me procurem que eu vou estar as ordens para ajudar.

O QUE SIGNIFICA A SÉRIE A 2021 OU A SÉRIE B 2021

A dificuldade de uma Série B é enorme. Fácil não é, vai ser difícil como sempre foi. O Náutico tá na Série B e está vendo como é. Independente de quem assumir, vai pegar o clube com menos de R$ 40 milhões de débitos que existia. Somente esse ano nós vamos quitar R$ 30 milhões de dívidas a curto prazo. 

PODCAST

O segundo episódio do podcast na Cara do Gol debate, entre outros assuntos, a troca no comando técnico do Santa Cruz, com a saída de Itamar Schulle e a chegada de Marcelo Martelotte. Com apresentação de Alexandre Costa e comentários de Maciel Junior e Marcos Leandro, o programa também fala sobre a punição a jogadores do Náutico que foram a uma festa e a subida de produção do Sport com Jair Ventura. Confira também os quadros: pérolas, tem gente mexendo no placar e seleção da semana. Ouça mais episódios no site da Rádio Jornal.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias