Brasileirão

Sport arranca empate diante do Palmeiras em jogo com quatro gols e duas expulsões

Os gols foram marcados por Maidana, Willian, Zé Rafael e Lucas Mugni

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 13/09/2020 às 21:46
Notícia

MARCO GALVãO/ESTADÃO CONTEÚDO
SACRIFICADO Com expulsão de Sander, Hernane Brocador acabou sacado no 1º tempo - FOTO: MARCO GALVãO/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

Depois de dois jogos seguidos fora de casa, os rubro-negros voltam para o Recife com um ponto na "mala". O Sport começou bem a partida, saiu na frente no placar, tomou a virada, mas conseguiu arrancar o empate por 2x2 diante do Palmeiras, neste domingo, no Allianz Parque. Em partida válida pela décima rodada do Brasileirão, os gols foram marcados pelo zagueiro Maidana e o meia Lucas Mugni para os pernambucanos. O atacante Willian e o meia Zé Rafael fizeram os gols dos paulistas.

>> Confira lance a lance do empate do Sport diante do Palmeiras fora de casa

No fim primeiro tempo, o lateral-esquerdo Sander foi expulso após entrada dura no atacante Wesley e quase prejudica o Sport. Além disso, ele falhou de forma grave no gol de empate dos palmeirenses. O cenário ficou melhorou para os leoninos só no começo da etapa final quando o meia Zé Rafael foi expulso.

Com o resultado, o Sport segue fora da zona de rebaixamento. Os rubro-negros ocupam a décima quarta colocação com onze pontos. O próximo jogo do Leão acontece apenas no domingo. O adversário é o Fluminense, às 20h30, na Ilha do Retiro.

O JOGO

O Palmeiras começou o jogo pressionando o Sport. Até os 10 minutos, o Alviverde realizou a tradicional "blitz" do mandante. Nesse período, o goleiro Luan Polli foi acionado duas vezes. A primeira em um chute de fora da área com o atacante Willian e a segunda em uma chegada do lateral Mayke pela linha de fundo do lado direito. Já o Leão continuou reativo e quando partiu para o ataque não perdoou.

Em boa troca de passes pelo lado esquerdo, lateral Sander foi até a linha de fundo e levantou na grande área. O também lateral Patric estava no lance, chegando pela direita, e foi derrubado na grande área. Pênalti, que aos 11, o zagueiro Maidana foi para cobrança e converteu. Com o gol, o terceiro no Brasileirão, ele ultrapassou o centroavante Elton e assumiu a artilharia do Leão na Série A.

Com a vantagem no placar, o Sport passou a se defender com tranquilidade e sem levar perigo. O Palmeiras controlava o volume da partida no campo de ataque, mas apresentou dificuldade para penetrar na retranca rubro-negra. Só que mais uma vez o Leão foi prejudicado por uma falha individual. Aos 29, Sander recuou sem força para o goleiro Luan Polli, Willian aproveitou o vacilo, driblou o arqueiro leonino e empatou a partida.

O time rubro-negro pareceu sentir o empate em novo vacilo. A equipe do técnico Jair Ventura começou a diminuir o encaixe do sistema defensivo e o Palmeiras aproveitou o espaço. Acertando as transições ofensivas, os paulistas começaram a ficar cada vez mais perto do gol do Sport. E, aos 41, conseguiu a virada em um golaço. Pelo lado esquerdo, o meia Zé Rafael puxou para a perna direita e acertou um lindo chute de fora da área, sem chance e no ângulo esquerdo de Luan Polli.

O prejuízo para o Sport ficou ainda maior ni fim do primeiro tempo. Depois de uma entrada violante no atacante Wesley, Sander levou o cartão vermelho direto e deixou o clube pernambucano com um jogador a menos na partida. Com a expulsão, Jair Ventura precisou tirar o centroavante Hernane Brocador e colocar o lateral-esquerdo Luciano Juba.

Depois do intervalo, o Leão voltou ainda mais precavido e apostando nos contra-ataques com as entradas do volante Marcão e o atacante Rogério. Logo no início da etapa final, Gabriel Verón deu um lindo passe e deixou Willian na cara do gol, porém, o atacante chutou para fora. Só que dois lances mudaram o panorama do confronto. Em um contra-ataque, Zé Rafael derrubou o volante Ricardinho, indo em direção ao gol e sem mais nenhum marcador por perto.

O juiz Diego Pombo Lopez erradamente aplicou o cartão amarelo. Em seguida, o meia palmeirense matou um novo contra-ataque do Leão, só que desta vez no meio-campo com falta em Rogério. Zé Rafael tomou o segundo amarelo, e consequentemente, foi expulso. Com o mesmo número de jogador, o Sport ganhou ânimo na partida e foi em busca do empate. O que não demorou para acontecer.

Aos 18, em boa troca de passes pelo lado direito, o meia Lucas Mugni invade a grande área e bate forte na saída de Weverton para empatar o duelo. Depois, o Palmeiras tentou pressionou o clube pernambucano em busca da vitória, mas não teve jeito.

Gabriel Verón ainda chegou a perder um gol livre na pequena área depois de Willian driblar Luan Polli pelo lado direito. O Sport não conseguiu encaixar nova investida, mas se fechou bem e volta para casa com um ponto na "bagagem".

FICHA DO JOGO - PALMEIRAS 2X2 SPORT

Palmeiras - Weverton; Mayke (Bruno Henrique), Luan, Vitor Hugo e Vinã; Ramires (Danilo), Gabriel Menino (Marcos Rocha), Zé Rafael e Lucas Lima (Gabriel); Wesley (Gabriel Verón) e Willian. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Sport - Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Ronaldo Henrique (Marcão), Ricardinho (Bruninho) e Lucas Mugni (João Igor); Barcia (Rogério), Marquinhos e Hernane Brocador (Luciano Juba). Técnico: Jair Ventura.

Local: Allianz Parque, São Paulo.
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Oberto da Silva Santos (ambos da BA).
Cartões amarelos: Ramires (Palmeiras). Ronaldo Henrique, Rogério e Marquinhos (Sport).
Cartões vermelhos: Sander (Sport). Zé Rafael (Palmeiras).
Gols: Maidana aos 11', Willian aos 29', Zé Rafael aos 41 do 1ºT e Lucas Mugni aos 18' do 2ºT.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias