Brasileirão

Sport não joga bem em casa e sofre derrota para o Botafogo na Série A

Sport perdeu a primeira partida na Ilha do Retiro com o técnico Jair Ventura

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 11/10/2020 às 20:30
Notícia

ARTES JC
JC-ESP1012_ART_CLASSIFICACAO_A pb-01 - FOTO: ARTES JC
Leitura:

O Sport não foi o mesmo dentro de casa em relação aos outros jogos que obteve a vitória com o técnico Jair Ventura. O Leão não jogou bem e perdeu por 2x1 para o Botafogo, neste domingo, na Ilha do Retiro, em partida válida pela 15ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Assim, perdeu os 100% de aproveitamento sob os próprio domínio com o comandante. Os gols dos cariocas foram marcados por Honda e Caio Alexandre. Thiago Neves marcou pela primeira vez com a camisa rubro-negra e diminuiu para o Leão.

>> Confira lance a lance da derrota do Sport para o Botafogo

Depois de uma partida com muitos erros, o Sport não vai ter tanto para lamentar mais uma derrota no Brasileirão. O próximo jogo acontece nesta quarta-feira diante do Internacional, às 21h15, também na Ilha do Retiro. Com o resultado, o Leão ocupa a nona posição com 20 pontos.

O JOGO

Apesar de jogar em casa, o Sport começou a partida mais retraído. Quem tomou as iniciativas foi o Botafogo, que segurou grande parte do primeiro no campo de ataque. Tanto que logo teve a primeira chance clara. Rhuan recebeu o cruzamento do lado direito, saiu da marcação de Patric, e bateu forte para grande defesa de Luan Polli.

Já o Sport conseguiu sair da defesa em duas tímidas investidas. A primeira com Luciano Juba, livre pela ponta esquerda, mas preferiu o chute, sem pontaria, e a segunda em uma cobrança de escanteio que Adryelson não acertou a cabeçada. Enquanto isso, o Botafogo ficou cercando a grande área rubro-negra.

E, aos 28 minutos, em um erro de Luan Polli na saída de bola, Honda não perdoou. O meia japonês aproveitou a bobeira, dominou, olhou rapidamente a posição do goleiro e chutou colocado para abrir o placar a favor do Botafogo. Em seguida, o Sport tentou responder, porém, abusou das bolas longas e dos cruzamentos.

O único jogador lúcido e que acertou as tentativas no pelotão de frente do Leão era Thiago Neves. Hernane Brocador, Marquinhos e Barcia, que entrou na vaga de Mugni, não estavam conseguindo impor um ritmo ofensivo ao Sport em busca do empate. Do outro lado, o time carioca ficou armado para o contra-ataque.

Mais uma vez, com Honda, perdeu uma chance incrível. O japonês foi lançado em posição irregular, arrancou livre, passou por Luan Polli e mandou nas redes pelo lado de fora. A melhor chance dos donos da casa aconteceu pouco tempo depois dos pés de Marquinhos.

O atacante passou por dois marcadores, próximo da linha de fundo do lado esquerdo na grande área, e cruzou rasteiro para trás. Thiago Neves completou com um chute defendido por Diego Cavalieri. No rebote, Patric apareceu e perdeu uma grande oportunidade com a perna esquerda.

Em um erro na saída da defesa, o Botafogo ainda marcou o segundo gol na partida. Aos 45, depois de uma investida, Kanu recebeu rente ao gol e deu um lindo passe para Caio Alexandre. Ele saiu cara a cara com Luan Polli e soltou o pé para balançar a rede.

No segundo tempo, o panorama do jogo mudou rapidamente. Aos 7, Rafael Foster fez uma falta dura em Barcia, recebeu o segundo cartão amarelo, e consequentemente, o vermelho. Com um jogador a mais, o Sport não pensou duas vezes em partir para cima do Botafogo e tentar reverter o marcador.

Três minutos depois da expulsão, o Leão já conseguiu diminuir a vantagem do adversário. Pelo lado esquerdo, Luciano Juba cruzou e Thiago Neves deu uma linda cabeçada próximo da pequena área. Foi o primeiro gol dele com a camisa rubro-negra em quatro duelos.

Animado, o Sport continuou pressionando e logo criou outra chance. Entre os zagueiros, Hernane Brocador recebeu o cruzamento e mandou de cabeça. A bola tirou tinta da trave e Diego Cavalieri ficou apenas olhando. Depois, apesar de ter mais a posse de bola, o time do técnico Jair Ventura não conseguiu mais criar.

Até então, as chegadas aconteceram apenas com Thiago Neves e Rogério em duas finalizações de longe. O Sport não conseguiu ser mais vertical diante do Botafogo, que apenas se defendeu na etapa final. Nem mesmo as substituições do treinador rubro-negro conseguiram que o Sport chegasse pelo menos no empate.

No fim do jogo, ainda teve um lance polêmico de pênalti. A bola bateu no braço de Rhuan dentro da área, mas o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira não assinalou pênalti. Até mesmo depois de consultar o VAR, ele manteve a mesma opinião e não teve jeito do Leão conseguir o empate.

FICHA DO JOGO - SPORT 1X2 BOTAFOGO

Sport - Luan Polli; Patric, Chico, Adryelson e Luciano Juba; Marcão (Jonatan Gomez), Ricardinho (Bruninho) e Thiago Neves; Barcia (Maxwell), Marquinhos (Mugni) e Hernane Brocador (Rogério). Técnico: Jair Ventura.

Botafogo - Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luís; Rafael Forster, Caio Alexandre (Rentería) e Honda; Rhuan (Warley), Kalou (Guilherme) e Pedro Raul. Técnico: Bruno Lazaroni.

Local: Ilha do Retiro, Recife-PE.
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC).
Gols: Honda aos 28' e Caio Alexandre aos 45' do 1ºT e Thiago Neves aos 10' do 2ºT.
Cartões amarelos: Patric, Thiago Neves e Jonatan Gomez (Sport). Rafael Foster (Botafogo).
Cartão vermelho: Rafael Foster (Botafogo).

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
CUSTOU CARO O Botafogo aproveitou erro de saída de bola do Leão para fazer 2x0 - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
TROPEÇO Thiago Neves fez seu primeiro gol pelo Sport, mas o Leão jogou mal e, mesmo com um a mais, perdeu para o Botafogo - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias