MOMENTO RUIM

Após 3 derrotas seguidas, Jair Ventura experimenta 'outro lado da moeda' no Sport

Sport perdeu as três últimas partidas da Série A, o que fez a distância para o z4 diminuir

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 15/10/2020 às 12:27
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
FALHAS Jair Ventura tem que reverter queda de produção do sistema defensivo do Sport no Brasileirão - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Entre a 11ª e a 13ª rodada da Série A, o Sport conseguiu três vitórias consecutivas, se mantendo bem distante da zona de rebaixamento. No entanto, nas últimas três rodadas, o Leão acumulou três derrotas seguidas, expondo o outro lado da moeda do desempenho da equipe na competição. Porém, o Rubro-Negro ainda segue entre os dez primeiros colocados, com 20 pontos conquistados até aqui, cinco a mais que o 'líder do z4' que é o Bahia - a distância pode cair para quatro se o Tricolor de Aço triunfar ou empatar contra o Goiás, duelo que acontece nesta sexta-feira.

Mesmo tendo uma boa pontuação até aqui na Série A, o alerta na Ilha do Retiro está ligado. É bem verdade que duas das três últimas derrotas do Sport foram para clubes que estão em outro patamar, casos de Flamengo e Internacional, equipes que brigam pelo título da competição. No entanto, o Rubro-Negro tomou dez gols nesses três últimos jogos, o que não levantou questionamentos sobre a solidez do sistema defensivo, principal ponto do Sport antes dessa sequência negativa.

Nos próximos dois jogos, aliás, Jair Ventura vai enfrentar um cenário parecido com o que enfrentou quando chegou no Sport. Além das partidas acontecerem fora da Ilha do Retiro, o Leão terá um confronto direto (Bragantino) e outro grande time (Atlético-MG, que no momento briga pelo título). Situação semelhante a sequência contra Coritiba e Grêmio, nas duas primeiras atuações do Rubro-Negro sob o comando do técnico leonino.

Sobre o momento ruim do Rubro-Negro, o técnico Jair Ventura afirmou que é a hora de ter equilíbrio. Além disso, destacou a união do grupo para superar esse momento de adversidade na Série A. "Quando nós tivemos a sequência de três vitórias consecutivas, a gente não achava que era a melhor equipe do mundo. No momento em que perdemos (três consecutivas), nós não achamos que somos a pior equipe do mundo. É ter equilíbrio. É usar a força do nosso elenco para retomar o caminho das vitórias", afirmou o comandante leonino.

SISTEMA DEFENSIVO PIOROU NOS ÚLTIMOS 3 JOGOS

A sequência das três derrotas seguidas do Sport começou no jogo contra o Flamengo. Na ocasião, o Rubro-Negro fez um bom primeiro tempo, mas colapsou depois da saída do lateral-esquerdo Sander (lesionado) para a entrada de Luciano Juba. Resultado: tomou três gols em 15 minutos e foi goleado por 3x0. Nas duas partidas consecutiva, diante de Botafogo e Internacional, o sistema defensivo voltou a apresentar uma exposição que não havia tido sob o comando de Jair Ventura.

Diante do Botafogo, com um time mais ofensivo, o Sport cedeu muito espaço para a equipe carioca no primeiro tempo, que aproveitou isso e as falhas individuais para marcar dois gols. Na etapa final, o Leão até diminuiu, mas foi inoperante para empatar. O duelo diante dos cariocas, aliás, era um confronto direto pela briga na permanência e que o Rubro-Negro acabou sendo derrotado em casa.

Contra o Internacional, o Sport voltou a jogar mais fechado, porém falhou individualmente nos dois primeiros gols: erro de Marcão no meio-campo no primeiro, e gol contra de Adryelson no segundo. Nos outros três tentos do Internacional, dois foram de escanteios, com erros na marcação e também na linha de impedimento, enquanto o último ocorreu com Luciano Juba dando muito espaço para o atacante do Colorado conduzir a bola até servir o seu companheiro. Juba, aliás, vem sendo um ponto muito explorado pelos adversários, já que não tem um poder tão grande na marcação. Desde a saída de Sander, os adversários têm no lateral-esquerdo prata da casa um alvo durante as partidas.

A próxima partida do Sport é no domingo (18), diante do Bragantino, fora de casa. O duelo, um confronto direto de dois clubes que brigam pela permanência, está marcado para acontecer às 20h30.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias