Série A

Sport tem necessidade de recompor a defesa para poder reagir na Brasileirão

Antes elogiado, sistema defensivo do Leão levou dez gols em três jogos

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 16/10/2020 às 7:08
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
QUEDA Contra o Inter-RS, a defesa sofreu cinco gols. Time sofre com contusões, falhas individuais e coletivas - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A queda de rendimento do Sport nas últimas três rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro causou com a baixa produtividade do sistema defensivo. Antes elogiado, o aproveitamento do setor despencou e resultou na segunda defesa mais vazada do Brasileiro. Isso porque nos últimos três jogos sofreu dez gols em três derrotas: três para o Flamengo, dois diante do Botafogo e cinco do Internacional. Três rodadas antes, o Leão tinha sofrido apenas um gol nas vitórias por 1x0 para Fluminense e Corinthians e no triunfo por 2x1 em cima do Bahia. Em ambos os recortes, a equipe disputou dois jogos em casa e um fora.

Apesar das críticas ao ex-capitão, a queda de produtividade, coincidentemente ou não, começou com a saída de Sander da lateral esquerda por lesão no intervalo da partida contra o Flamengo. De lá pra cá, o prata da casa Luciano Juba tem sido o substituto, porém, ainda muito "verde", mostrou ao ceder muitos espaços que precisa ser preservado para o futuro promissor não ser desperdiçado em função da alta cobrança na Série A no garoto de 21 anos.

Outro detalhe é que, no confronto direto com o Botafogo, o Sport perdeu o zagueiro Maidana devido a uma gastroenterite. Apesar do longo entrosamento de Adryelson com o substituto Chico desde as categorias de base, a dupla titular do Leão estava bastante encaixada. Com a boa estatura, Maidana é uma das principais peças do técnico Jair Ventura nas jogadas aéreas defensivas e ofensivas.

LEIA MAIS

Após três derrotas seguidas, Jair Ventura experimenta 'outro lado da moeda' no Sport

Patrick destaca respeito pelo Sport após marcar dois gols na vitória do Internacional

"É preciso ter o feeling", diz Jair sobre ato de cumprimentar jogadores do Sport após derrota

Ainda é preciso ser destacado as falhas individuais de marcação que aconteceram nas três derrotas consecutivas. Entre elas, as principais, grande espaço deixado por Juba no lado esquerdo diante do Flamengo, erro na saída de bola do goleiro Luan Polli e gol contra de Adryelson diante do Internacional.

A postura do Leão no início do último jogo mostrou que o treinador pretende voltar ao que deu certo no início. A equipe mais fechada, buscando os espaços cedidos, ao invés de atacar o adversário. Vivendo a primeira sequência negativa no Sport, Jair Ventura mantém o pensamento e otimismo de focar em um adversário de cada vez.

"Foi um jogo franco com o Internacional, duas equipes que buscaram o gol a todo momento. Temos que seguir pensando sempre no próximo adversário, pensar jogo a jogo. É a mesma coisa de antes. Quando vencemos três seguidas, não achávamos que era a melhor equipe. Quando perdemos também, não achamos que somos o pior time. É ter equilíbrio, voltar a trabalhar com foco total. Sabemos que existe pouco tempo para treinos, então, é preciso usar a força do elenco para retomar o caminho das vitórias", afirmou o técnico do Sport.

CALENDÁRIO

Depois de perder para o Internacional, o elenco do Sport se reapresentou nessa quinta-feira. Nesta sexta-feira, treina pela manhã no Centro de Treinamento José de Andrade Médicis, na Guabiraba, e depois viaja para São Paulo, onde visita o Bragantino neste domingo. Em seguida, também fora de casa, joga com o Atlético-MG no sábado.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias