Brasileirão

Sport perde para Atlético-GO e fica bastante perto da zona de rebaixamento da Série A

Sport perdeu dois jogos seguidos dentro de casa: Vasco e Atlético-GO

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 23/11/2020 às 22:16
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Sport não conseguiu aproveitar fator casa - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O alerta está ligado no Leão! O Sport perdeu por 1x0 para o Atlético-GO, nesta segunda-feira, na Ilha do Retiro, em partida válida pela 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O único gol do confronto foi marcado pelo atacante Janderson, que colocou o fim no jejum de cinco jogos sem vencer na competição por parte dos goianos. Nos últimos minutos, ainda teve tempo para polêmica e pênalti desmarcado a favor dos pernambucanos após avaliação do VAR. Com o resultado, os rubro-negros ficaram muito perto da zona de rebaixamento.

O Sport é o 15º colocado com 25 pontos e apenas um separada do Z-4. O Ceará vem logo atrás com a mesma pontuação e o Vasco abre a degola com 24. Vale salientar que o Leão não conseguiu aproveitar a sequência de dois jogos seguidos dentro de casa, pois na rodada anterior perdeu por 2x0 para o Vasco.

>> Acompanhe lance a lance da derrota do Sport para o Atlético-GO

O próximo confronto acontece no sábado. O Sport visita o Santos, às 17h, na Vila Belmiro. O confronto deve marca a volta do técnico Jair Ventura ao campo. Ele foi diagnosticado com a covid-19 e cumpre o período de isolamento social.

O mesmo acontece com os auxiliares Emílio Faro e César Lucena, além do analista de desempenho Antônio Macedo e o preparador de goleiros Jorcey Anísio. Quem esteve na beira do gramado foi o preparador físico Ricardo Henriques e o analista de desempenho do clube, Tiago Alves, ficou como auxiliar.

O JOGO

Apesar do esquema tático ser mais ofensivo na teoria, o Sport não teve uma postura agressiva. O Leão se manteve retraído e o Atlético-GO foi mais incisivo na proposta. Mesmo assim, sem ameaçar tanto a meta do goleiro Luan Polli, já que a defesa rubro-negro conseguiu grande performance protegendo a grande área.

O lado forte do ataque do Sport continuou sendo o direito com o lateral Patric e o atacante Barcia. Os meias Thiago Neves e Jonatan Gomez revezaram a esquerda e o centro do pelotão de frente. Já o jovem Mikael tentou mostrar serviço no ataque, mas em muitos momentos apareceu isolado.

Já o Atlético-GO encontrou mais espaço pelo lado esquerdo da defesa do Sport. Tanto que conseguiu criar a melhor oportunidade do jogo, porém, parou em Luan Polli. O goleiro leonino realizou uma grande defesa na cabeça do atacante Ferrareis, que subiu sozinho quase que na pequena área.

Essa jogada também foi tentada pelos donos de casa. No entanto, sem sucesso na conclusão das tentativas. Por sinal, a criação continuou como o quesito que o Sport apresentou mais dificuldade. Com maior ímpeto, o adversário de Goiás conseguiu segurar o jogo no ataque e foi ligeiramente melhor no primeiro tempo.

Depois do intervalo, o Sport voltou tentando segurar o volume da partida no campo de defesa do Atlético-GO. Não à toa, o atacante Marquinhos entrou na vaga do meia Jonatan Gomez. Só que no primeiro vacilo da defesa os donos da casa pagaram caro. Aos 15 minutos, os visitantes conseguiram acertar um belo contra-ataque.

Com o Leão desprevenido, a primeira jogada trabalhada da partida acabou com o atacante Janderson, livre, invadindo a grande área. Ele acertou um chute rasteiro, que Polli ainda chegou a tocar na bola, e abriu o placar a favor do Atlético-GO. Para não deixar de pontuar nos dois jogos em casa, os rubro-negros foram para cima.

Hernane Brocador, Lucas Venuto e Bruninho foram acionados para tentar uma reação, mas não teve jeito. O Sport rodou a bola de um lado para o outro e não conseguiu penetrar na retranca dos goianos. Ao contrário, quase sofreu o segundo gol em um contra-ataque desperdiçado pelo atacante Danilo Gomes.

A escalação inicial de jogo e as mexidas durante o segundo tempo mostram uma tentativa do técnico Jair Ventura de "acordar" o ataque, que há muito tempo não consegue render. Todas as peças estão em baixa, principalmente o meia Thiago Neves, contratado para ser o "homem decisivo" do Sport.

No fim, ainda teve tempo para uma polêmica. O atacante Hernane Brocador foi derrubado dentro da grande área. A árbitro Edina Alves Batista marcou o pênalti, mas voltou atrás após consultar o VAR.

FICHA DO JOGO - SPORT 1X0 ATLÉTICO-GO

Sport - Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Márcio Araújo (Bruninho), Lucas Mugni, Thiago Neves (Júnior Tavares) e Jonatan Gomez (Marquinhos); Barcia (Lucas Venuto) e Mikael (Hernane Brocador). Técnico: Ricardo Henriques (interino).

Atlético-GO - Jean; Dudu, João Victor, Gilvan e Nicolas; Willian Maranhão, Matheus Vargas (Rithely) e Chico (Pereira); Janderson (Arnaldo), Ferrareis (Danilo Gomes) e Zé Roberto (Júnior Brandão). Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Ilha do Retiro, Recife-PE.
Árbitro: Edina Alves Batista (SP).
Assistentes: Neuza Ines Back e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP).
Gol: Janderson aos 15 minutos do 1º tempo.
Cartões amarelos: Sander (Sport). João Victor, Chico Ferrareis (Atlético-GO).

Comentários

Últimas notícias