leão

Jair Ventura quer Sport com mais finalizações

O time rubro-negro vem perdendo dos adversários também nas estatísticas

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 12/12/2020 às 7:39
Notícia

ANDERSON STEVENS/SPORT
Jair Ventura e o Sport não vencem há cinco partidas. - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

O Sport não vence desde o dia 1º de novembro, há 41 dias. Naquele dia, triunfou sobre o Athletico-PR por 1x0. De lá para cá, o Leão empatou um jogo e perdeu quatro. Isso tudo acrescido do fato de ter marcado só dois gols no período. Então, para o técnico Jair Ventura, um resultado positivo para o Leão passa também por um aumento nas finalizações.

No empate sem gols com o Ceará, o Sport só chutou três vezes, nenhuma em direção ao gol, contra 25 do Vôzão, sendo seis com o endereço das traves. Depois, na derrota para o Vasco na Ilha do Retiro, o time pernambucano ficou mais uma vez atrás na estatística, levando um 14x13 nas finalizações. A mudança nesse dia foram os três chutes rubro-negros no gol, contra quatro do Cruzmaltino.

 

Em casa de novo na rodada seguinte, o Atlético-GO venceu com superioridade nos arremates a gol, com quatro chutes na direção certa contra apenas um do Sport. O time pernambucano deu uma leve calibrada no pé diante do Santos, quando conseguiu marcar dois gols em três chutes direcionados às redes, além de nove chutes.

"O jogo contra o Santos teve boa transição e um pouco mais finalizações, com dois gols. Estava equilibrado até a gente tomar o terceiro e, em seguida, o quarto gol. Tanto que tivemos o mesmo número de finalizações do Santos jogando na Vila (Belmiro), um time que vive momento bom, principalmente com Marinho", disse o técnico Jair Ventura. Porém, no total de finalizações, o Peixe chutou 11 vezes, com cinco no gol (quatro acertaram).

O jogo seguinte, contra o São Paulo, líder do Brasileirão, teve uma queda brusca. O Sport não chutou ao gol nenhuma vez, com apenas quatro finalizações. Já o Tricolor paulista pressionou, com 13 chutes e sete no gol. "Tomamos gol de escanteio rasteiro, uma situação em que temos que estar mais atentos a bolas paradas para não sofrer esses gols", comentou o treinador.

Para evitar outra frustração, no jogo de amanhã contra o Coritiba, Jair quer um time equilibrado. "Aqui a gente trabalha todas as fases do jogo com a mesma prioridade, organização ofensiva e defensiva, bola parada. Mas lógico que acaba deixando a desejar por vezes em algumas fases do jogo. Trabalhamos para ter equilíbrio em todas as fases e melhorar em todas", completou o comandante rubro-negro.

O Leão recebe o Coxa às 18h15, na Ilha do Retiro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Urge a necessidade de vitória da equipe pernambucana, que soma 25 pontos e ocupa a 16ª colocação, apenas um ponto a mais que o Vasco, primeiro time dentro do Z4, e quatro a mais que o rival do fim de semana.

Comentários

Últimas notícias