Estadual

Artilheiro, Mikael marca mais um e Sport bate Sete de Setembro pelo Pernambucano

Leão continua na vice-liderança da competição e tem 14 pontos

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 18/04/2021 às 20:07
Notícia
ANDERSON STEVENS/SPORT
Mikael soltou o pé cobrando o pênalti e marcando o segundo gol do Leão. - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Sem muito esforço, o Sport venceu por 2x0 o frágil Sete de Setembro, neste domingo, no estádio Lacerdão, em Caruaru, Agreste de Pernambuco, pela sétima rodada do Estadual. Os gols foram marcados pelo meia Thiago Lopes e o atacante Mikael, que é o artilheiro do Leão na temporada com seis gols em 13 jogos, mas começou o confronto do banco de reservas até a expulsão de Santiago Tréllez ainda no etapa inicial. Com o resultado, o time rubro-negro continua na vice-liderança, agora, somando 14 pontos.

O próximo jogo do Sport acontece apenas no sábado, diante do Retrô, na Ilha do Retiro. A partida vai marcar a estreia do novo técnico Umberto Louzer. Ele desembarcou nessa no Recife e assume o comando da equipe leonina nesta segunda-feira.

O JOGO

O primeiro tempo foi bastante truncado. Com muita marcação e pouca criação dos dois lados. Ofensivamente, o Sport seguiu mostrando as mesmas carências. Ainda mostrando sinais da Era Jair Ventura. Já o Sete de Setembro, apesar da fragilidade, mostrou mais vontade em campo e até tentou invadir a grande área rubro-negro trocando passes. Mas errou bastante na conclusão das jogadas. Como, por exemplo, quando Rodrigo foi até a linha de fundo e tocou Keyllo, que pegou de primeira e mandou por cima do gol.

Nas duas primeiras chegadas do Leão, Neilton, em uma falta, e Tréllez finalizaram muito mal para fora. No entanto, quando conseguiu encaixar a primeira jogada, o Sport mostrou qualidade. O único lance, por sinal. Aos 27 minutos, em belo contra-ataque, Toró tocou para Tréllez, que fez o pivô e lançou Thiago Lopes pelo lado esquerdo de ataque. Ele arrancou, invadiu a grande área, e bateu de chapa com a perna direita para estufar a rede.

Depois, quando poderia aproveitar a vantagem, Santiago Tréllez foi expulso de forma infantil após dar um empurrão no goleiro Airon, enquanto os jogadores esperavam uma cobrança de escanteio. Se o Leão já apresentou dificuldade para atacar, como sempre, com um jogador a menos, piorou ainda mais. O Sete de Setembro tentou reagir, mas esbarrou na falta de qualidade para concluir as jogadas.

Nenhuma descrição disponível.

Após o intervalo, na etapa final, o Sport preferiu não se expor e quase não agrediu o adversário. O Leão ficou recuado e preferiu atacar apenas "na boa". Do outro lado, por mais vontade que tivesse, o Sete de Setembro continuou mostrando muita deficiência no ataque. E, quando precisou se defender também. Tanto que o Sport conseguiu ampliar o placar, de novo, aos 27 minutos.

Mikael encontrou Patric entrando livre pelo lado direito de ataque. Airon saiu da pequena área para afastar, mas o lateral rubro-negro chegou antes, tocou na bola e foi derrubado dentro da grande pelo goleiro. Pênalti, que Mikael pediu para bater e soltou um "bomba" com a perna esquerda para balançar a rede. Nos últimos minutos, assim como em todo segundo tempo, o Leão da Ilha administrou o resultado positivo até o último apito do juiz.

Comentários

Últimas notícias