JULGAMENTO

TJD define punições para atletas do Sport após confusão na final do Pernambucano

Os atletas Rogério, Sabino e Ronaldo receberam jogos de suspensão no Campeonato Pernambucano após ocorrido na decisão do Estadual

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 10/06/2021 às 13:07
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Jogadores do Sport reclamaram da arbitragem ao final da partida - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Após confusão generalizada ao final da decisão do Campeonato Pernambucano entre Náutico e Sport, o Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de Pernambuco (TJD-PE) julgou, nessa quarta-feira (9), o caso dos atletas Ronaldo, Rogério e Sabino, do Sport, além do diretor de futebol Fred Domingos e preparador de goleiros Jorcey Anisio.

Em apuração do Jornal do Commercio/Blog do Torcedor com o repórter José Matheus Santos, do Blog do Jamildo, foi conhecido que o volante Ronaldo recebeu punição de sete jogos e multa, enquanto o atacante Rogério e o zagueiro Sabino receberam punição de seis partidas mais a multa. O dirigente Fred Domingos foi absolvido, enquanto o preparador de goleiros Jorcey recebeu uspensão de 360 dias + 2 partidas e multa de R$ 1 mil. Segundo fonte do TJD-PE, as punições são válidas apenas para o Campeonato Pernambucano.

Na súmula da arbitragem da decisão do Campeonato Pernambucano, o árbitro Rodolpho Toski Marques colocou nas observações as causas da confusão, que ocorreram após o final das penalidades. Segundo ele, os atletas Neilton e Sabino tentaram dar chutes e ponta-pés na equipe de arbitragem e membros da federação ao final da partida, além de terem chegado a empurrar os policiais e falado palavras de baixo calão. O volante Ronaldo recebeu um cartão vermelho após a definição das penalidades. O atleta teria corrido em direção ao árbitro "de forma grosseira e ofensiva" e continuou ofendendo-o mesmo após ter tomado o cartão.

Absolvido, Fred Domingos foi julgado por proferir palavras de baixo calão para a equipe de arbitragem e invasão de campo ao final das penalidades. O caso de Jorcey Anisio foi um pouco mais sério, já que o funcionário do Sport chegou a cuspir e jogar água em direção ao árbitro, além de também ter proferido palavras de baixo calão.

A reportagem do Jornal do Commercio/Blog do Torcedor tentou entrar em contato com o Jurídico do Sport para saber se ainda há uma chance de recorrer à decisão do TJD, mas sem sucesso.

Comentários

Últimas notícias