COLUNA DO ESTADÃO

Aliados de Moro na Câmara trabalham por PEC pelo fim da reeleição

"A história vem mostrando que a reeleição é um instrumento que fracassou no nosso País", diz o deputado Junior Bozzella (PSL-SP), que está colhendo assinaturas para a PEC

Alberto Bombig
Alberto Bombig
Publicado em 14/12/2021 às 7:00
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Moro fez o desafio ao petista em publicação nesta sexta-feira (14) em suas mídias sociais - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O deputado Junior Bozzella (PSL-SP), que tem atuado como coordenador informal da campanha de Sergio Moro, está colhendo assinaturas para uma PEC, apoiada por Renata Abreu, presidente do Podemos, pelo fim da reeleição. Para Bozzella, o próprio Fernando Henrique Cardoso, primeiro presidente beneficiado pela medida, já admitiu que ela foi um erro. "A história vem mostrando que a reeleição é um instrumento que fracassou no nosso País. Era para ser consequência de um bom governo, mas virou a pauta central do detentor de mandato. O Bolsonaro é o melhor exemplo disso. Em vez de governar para o povo, ele vende a alma para o diabo pensando na próxima eleição", afirma Bozzella.

FORTES SINAIS

Em busca de canalizar os apoios no chamado centro político, Moro precisa sinalizar que não pretende concorrer à reeleição se chegar ao Palácio do Planalto. Segundo apurou a Coluna, essa PEC tem o aval do pré-candidato.

OREMOS

No seu "tour do agradecimento", o novo ministro do Supremo, André Mendonça, participou de um culto religioso nesta segunda-feira, 13, na igreja Assembleia de Deus, em Manaus, no Amazonas, base eleitoral de uma das principais lideranças da bancada evangélica em Brasília: Silas Câmara (Republicanos).

FOGÃO MINEIRO

Em campanha antecipada pela vaga da Câmara no TCU, Fábio Ramalho (MDB-MG) intensificou sua estratégia preferida para fazer amigos e influenciar estômagos: fartos jantares com torresmos, doce de leite e outras delícias tipicamente de Minas.

CUECAS

Augusto Aras dará posse nesta terça-feira, 14, à nova composição do Conselho Nacional do Ministério Público, após a nomeação dos indicados pelo Senado e alguns remanejamentos. Mesmo com as instituições defendendo maior pluralidade e diversidade, não haverá uma só mulher entre os conselheiros.

CUECAS 2

Ainda falta uma indicação ao órgão: apenas a OAB poderá mudar a configuração. Porque MP estadual, MPF, MP Militar, MP do Trabalho, Senado, Câmara, STJ e STF só indicaram homens para o CNMP.

QUE FASE!

Funcionários do Ministério da Saúde passaram boa parte desta segunda-feira, 13, sem obter acesso ao sistema interno da pasta. Servidores utilizaram Telegram e WhatsApp para trabalhar enquanto a intranet e e-mails institucionais passavam por uma "manutenção preventiva" .

DE OLHO

Quase 16,5 mil instituições do setor público do País aderiram ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), ferramenta de autosserviço lançada pela CGU e pelo TCU em maio para auxiliar gestores a identificar e mitigar riscos de fraude e corrupção em suas instituições.

DE OLHO 2

Cerca de 9 mil órgãos públicos também aderiram ao e-Prevenção, que avalia o nível de suscetibilidade das instituições públicas.

PRONTO, FALEI!

Gilberto Natalini (PV)

Ex-vereador e ambientalista

"Mais um que troca a ideologia por uma eleição mais fácil. Poucos são os que resistem", sobre Fabiano Contarato ter deixado a Rede para entrar no PT.

Comentários

Últimas notícias