COLUNA DO ESTADÃO

Socorro de microempresas, Pronampe tem 70% de seus recursos no Sudeste e Sul

Criado pelo Congresso na pandemia para socorrer pequenos negócios, o programa tornou disponíveis R$ 62,5 bilhões em 2021, valor abaixo do esperado inicialmente e com distribuição concentrada nas regiões Sudeste e Sul

Alberto Bombig
Alberto Bombig
Publicado em 29/12/2021 às 7:00
MARCOS SANTOS/USP IMAGENS
Resultado veio levemente acima da previsão dos especialistas - FOTO: MARCOS SANTOS/USP IMAGENS
Leitura:

Criado pelo Congresso na pandemia para socorrer pequenos negócios, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) tornou disponíveis R$ 62,5 bilhões em 2021, valor abaixo do esperado inicialmente e com distribuição concentrada nas regiões Sudeste (R$ 27,9 bilhões) e Sul (R$ 15,6 bilhões), que captaram 70% dos recursos. Para a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que relatou o projeto na Câmara, o prolongamento da pandemia é oportunidade para que o programa seja revisto. "O valor não foi suficiente. O dinheiro voou como água. É importante um novo aporte no fundo garantidor para que tenhamos mais empregos e empresas sejam salvas."

GRANA

O Sistema Nacional de Fomento, que envolve bancos públicos, agências de fomento e cooperativas de crédito, foi responsável por 78% do total contratado, segundo levantamento da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) feito para a Coluna.

GRANA 2

O Banco do Brasil registrou o maior volume de contratações do Pronampe, com R$ 15,2 bilhões. A seguir estão o Bancoob (com R$ 4,6 bilhões), o Sicredi (com R$ 3,8 bilhões), o BDMG (com R$ 883 milhões) e o Banco da Amazônia (R$ 552,4 milhões).

ESTAMOS AQUI

O presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Eduardo Lula, afirmou à Coluna que todos os secretários estaduais estão dispostos a ajudar as cidades baianas atingidas pelas chuvas. Algumas perderam vacinas e medicamentos na tragédia.

AQUI...

A produtora BP Select, novo nome da Brasil Paralelo, tenta se afastar do carimbo de bolsonarista, que ganhou por causa dos conteúdos voltados a conservadores de direita, e agora aposta no streaming. A empresa bateu recentemente a marca de 50 mil assinantes e fechará 2021 com mais de R$ 65 milhões de faturamento.

...É FILME

A plataforma oferece produções clássicas do cinema com análises. Os filmes são lançados semanalmente. Nas vésperas do Natal, foi lançado A Felicidade Não se Compra, de Frank Capra (1976).

SEM OLAVO

A empresa rebate críticas sobre ligação com o "olavismo" reafirmando que todo o recurso vem de assinaturas. "(O conteúdo da BP Select) Não está disponível na Netflix, assim como outros excelentes filmes que só se veem aqui", diz o diretor executivo da empresa, Henrique Viana.

RETROSPECTIVA

O presidente Jair Bolsonaro (PL) é o personagem de hoje, 29, na retrospectiva com as melhores ilustrações dos presidenciáveis para a disputa eleitoral de 2022

DE VOLTA AO BERÇO

O presidente não conseguiu sustentar o discurso antipolítica tradicional feito em campanha. Em agosto último, disse com todas as letras: "Sempre fui do Centrão". Três meses depois, assinou sua ficha de filiação ao PL de Valdemar Costa Neto.

PRONTO, FALEI!

Marcelo Freixo

Deputado federal (PSB-RJ)

"Vinte pessoas morreram e mais de 30 mil estão desabrigadas. E o presidente só se preocupa em não ter que interromper suas férias em Santa Catarina."

Comentários

Últimas notícias