Patrocinada

Consórcio de carros e imóveis: setor cresce mesmo em meio à crise

Necessidade de manter distanciamento e de enfrentar isolamento social de modo confortável impulsionam vendas

JC360
JC360
Publicado em 12/04/2021 às 7:50
Patrocinada
Luisi Marques/Acervo JC360
Médico Tadeu de Oliveira trocou de carro por meio de consórcio e também conseguiu quitar apartamento em que vive com a família | - FOTO: Luisi Marques/Acervo JC360
Leitura:

Mesmo em um ano tão atípico, a adesão ao consórcio nunca foi tão intensa. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), entre janeiro e novembro de 2020, as adesões somaram 2,77 milhões, um aumento de 4,9% em relação aos 2,64 milhões contabilizados em igual período de 2019.

>> Tire suas dúvidas sobre consórcios

Só em novembro, 294,94 mil novas adesões foram feitas. As cotas de veículos foram as campeãs do mês: 130,6 mil vendidas, mesmo considerando que as pessoas estão mais reclusas, em função da pandemia. Por outro lado, veículos próprios ajudam a manter o distanciamento necessário.

De acordo com Thiago Guerra, gerente regional da Embracon em Pernambuco, só no primeiro trimestre de 2021, houve um aumento de 7% na adesão aos consórcios de imóveis e automóveis. “Um dos nossos diferenciais é a modalidade de lance ‘Troca de Chaves’, para quem deseja trocar seu veículo. Basta oferecer o seu carro atual como lance para negociar a compra de um novo em qualquer concessionária autorizada, que vai definir o valor de avaliação do seu carro. A oferta feita é com o valor de avaliação do carro usado. Essa quantia será deduzida do crédito a ser pago à loja”, explica.

Leia também:

>> Três características transformam consórcios em um excelente investimento

Uma das vantagens do consórcio de veículos é que você escolhe o plano que se encaixa melhor no seu orçamento. Você pode optar por planos mais curtos, de 36 meses, ou aqueles estendidos, com até 80 meses de duração. Vale lembrar que não importa de quantos meses será o seu plano, porque não haverá cobrança de juros nem pagamento de entrada.

O consórcio pode ser utilizado para compra do primeiro carro ou até para trocar pelo veículo dos sonhos, quando o cotista não consegue comprá-lo à vista.

Luisi Marques/Acervo JC360
Só no primeiro trimestre de 2021, houve um aumento de 7% nos consórcios de imóveis e automóveis, aponta Thiago Guerra, gerente da Embracon em Pernambuco - Luisi Marques/Acervo JC360

O médico Tadeu de Oliveira já fez três consórcios com a Embracon, sendo dois de imóveis e um de automóvel. O primeiro foi feito depois que seu carro teve perda total, após um acidente. “Usei o dinheiro do seguro para dar o lance na carta de crédito e consegui realizar a troca por um carro melhor. Os consórcios também foram uma forma de ajudar a quitar o financiamento do apartamento que moro com minha esposa e filhos”, conta.

Thiago Guerra explica ainda que, no consórcio de imóveis, o contemplado pode usar o seu FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) no lance ou na quitação de parcelas. Isso faz com que o processo se torne mais rápido e a pessoa não dependa apenas do sorteio para avançar no pagamento.

No ano passado, em relação a 2019, houve um aumento de 10% na adesão dos consórcios de imóveis, e a pandemia tem influência nisso, de acordo com Guerra, já que as pessoas estão a maior parte do tempo em casa e precisam de um espaço mais confortável para enfrentar os dias de distanciamento social.

Consórcio é diferente de financiamento. Entenda

O consórcio é uma compra planejada, em que a administradora reúne um grupo de pessoas interessadas em adquirir algo em comum, e cada um vai pagando suas parcelas da “poupança coletiva”. Por isso, não tem juros.

Este foi um dos motivos para que a empresária Barly Cavalcanti fizesse um consórcio de imóvel com a Embracon. “Atualmente, moro com meu marido e minha filha em Orlando, nos Estados Unidos, mas achamos importante ter nossa casa própria no Brasil, caso um dia a gente queira voltar. E o consórcio de imóveis foi a melhor forma de nos livrar dos juros abusivos de outros financiamentos”, explica.

Esse é o segundo consórcio que a empresária realiza com a Embracon. O primeiro foi de um automóvel. “Fui sorteada, quitei o consórcio e ainda recebi o fundo de reserva. Esse é, sem dúvida, o melhor investimento, porque a contemplação é prática e fácil. A Embracon te dá todo o suporte necessário e é uma empresa muito confiável”, conta.

Acervo pessoal
A empresária Barly Cavalcanti vive com a família nos EUA, mas recorreu ao consórcio Embracon para manter imóvel no Brasil - Acervo pessoal

As parcelas mensais são compostas apenas pelo valor do fundo comum e por taxas para o pagamento de administração, fundo reserva e seguro – custos importantes para garantir a segurança do negócio. Todos os meses há um sorteio da carta de crédito para que o consorciado adquira o bem à vista. Os participantes também podem realizar lances para conseguir de forma mais rápida a carta de crédito.

Ao receber a carta de crédito, você pode negociar melhor a compra, pois tem à disposição o valor integral para comprar o automóvel ou imóvel, seja novo ou seminovo, como em uma compra à vista, o que amplia o poder de negociação.

A Embracon é uma das maiores administradoras de consórcio do País, segundo o ranking do Banco Central. Com mais de 90 filiais, a empresa atua há mais de 30 anos no Brasil.

Simule agora o seu consórcio. Ah! E você pode fazer a adesão on-line, sem sair de casa.

Comentários

Últimas notícias