luto

Morre, por coronavírus, o embaixador britânico Steven Dick, aos 37 anos

Até esta quinta-feira (26), o Reino Unido registrou 9.574 casos e 465 mortes pela covid-19

Maria Lígia Barros
Maria Lígia Barros
Publicado em 26/03/2020 às 10:43
Notícia
REPRODUÇÃO
Steven Dick era chefe da missão britânica na Hungria - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Morreu nessa terça-feira (24), aos 37 anos, o diplomata Steven Dick, chefe da missão britânica em Budapeste, na Hungria. Dick foi acometido pela covid-19 e não resistiu. Até esta quinta-feira (26), o Reino unido registrou 9.574 casos e 465 mortes pelo novo coronavírus.

Sua morte foi comentada por autoridades britânicas nas redes sociais. O secretário de Estado para Saúde e da Assistência Social do Reino Unido, Matt Hancock, escreveu que Dick exemplificava o melhor do serviço público: "Dedicado, criativo e considerativo. Uma perda triste, muito cedo. Minhas condolências a sua família e amigos", disse. Os dois trabalharam juntos na Secretaria da Cultura britânica.

O chefe do serviço diplomático do Reino Unido, Sir Simon McDonald, lamentou: "Steven Dick era um homem adorável; ele se juntou ao Ministério das Relações Exteriores em 2008. Um de seus muitos amigos aqui prestaram tributo a um colega "caloroso, perspicaz e fortemente leal". Ele tinha potencial para ser um diplomata excepcional, mas ontem o coronavírus o ceifou."

A publicação foi seguida por inúmeros relatos de colegas de trabalho de Steven Dick.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias