COVID-19

Diretor da ONU diz que só vacina para coronavírus recuperará a normalidade

Em videoconferência, Guterres defendeu a criação de uma vacina "universal" para controlar a pandemia antes do fim do ano

AFP
Cadastrado por
AFP
Publicado em 15/04/2020 às 23:51 | Atualizado em 15/04/2020 às 23:52
Foto: Divulgação/Josué Damacena
Covid-19 fez milhares de vítimas ao redor do mundo - FOTO: Foto: Divulgação/Josué Damacena
Leitura:

O retorno do mundo à "normalidade" só será possível com um esforço conjunto para o rápido desenvolvimento de "uma vacina segura e efetiva" contra o novo coronavírus, que permita salvar vidas e economizar trilhões de dólares, disse nesta quarta-feira (15) o secretário-geral da ONU, António Guterres.

>> Saiba tudo sobre o novo coronavírus

Em videoconferência com representantes e 50 países africanos, membros das Nações Unidas, Guterres defendeu a necessidade de se acelerar o desenvolvimento de uma vacina "universal" para controlar a pandemia antes do fim deste ano.

"Precisamos de um esforço ambicioso para garantir (...) uma abordagem harmonizada, integrada e otimizada com o fim de maximizar a velocidade e a escala necessárias para a disponibilização universal desta vacina no fim de 2020", insistiu.

Guterres disse que o apelo feito à comunidade internacional, em 25 de março, de 2 bilhões de dólares em doações para um grande plano humanitário da ONU em resposta à pandemia até agora levou a arrecadar "aproximadamente 20%" desta quantia.

Graças à Organização Mundial da Saúde (OMS), a ONU pôde equipar 47 países africanos com testes para a COVID-19, detalhou.

O chefe da ONU também elogiou os esforços de vários governos africanos para mitigar as consequências da pandemia, citando Uganda, que adiou um imposto para apoiar as empresas; a Namíbia, que oferece fundos de emergência para quem perdeu o emprego; Cabo Verde, que dá ajuda alimentar; ou o Egito, que reduziu os impostos sobre as indústrias.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu e-mail sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

Comentários

Últimas notícias