América Latina supera os 100.000 casos de coronavírus

As mortes declaradas no mundo por esta pandemia somam cerca de 165.000 entre os 2,3 milhões de casos registrados

AFP
AFP
Publicado em 19/04/2020 às 20:31
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Muitas filas para pagamentos de contas nos bancos de Casa Amarela devido ao isolamento social - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A América Latina atingiu a marca de 100.952 infecções por COVID-19 neste domingo, enquanto o número de mortos foi de 4.924, segundo um levantamento da AFP baseado em dados oficiais.

O Brasil, com 210 milhões de habitantes, registra a maioria dos casos, com 38.654 infectados e 2.462 mortes, embora os especialistas calculem um número muito maior de casos devido aos poucos testes realizados no país.

>> Manifestantes pedem intervenção militar em ato no Recife

>> Bolsonaro participa de manifestação no QG do Exército, em Brasília

>> "No Brasil, temos de lutar contra o corona e o vírus do autoritarismo", diz Maia

A seguir vemo Peru, que tem 32 milhões de habitantes, com 15.628 casos e 400 mortes; Chile (18,7 milhões de habitantes), com 10.088 infecções e 133 falecidos; Equador (17 milhões), com 9.468 infectados e 474 óbitos e México (126 milhões), com 7.497 casos e 650 vítimas fatais.

As mortes declaradas no mundo por esta pandemia que surgiu na China no final de 2019 somam cerca de 165.000 entre os 2,3 milhões de casos registrados globalmente.

Esse número de casos reflete apenas uma parte do total de infecções devido às políticas diferentes de cada país para realizar seus diagnósticos. Alguns, por exemplo, só contabilizam quem precisa de hospitalização.

>> Manifestantes pedem intervenção militar em ato no Recife

>> Bolsonaro participa de manifestação no QG do Exército, em Brasília

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias