Boa notícia

Pesquisadores descobrem anticorpo capaz de neutralizar o coronavírus

O trabalho foi publicado na última segunda-feira (05) por cientistas da Universidade de Utrecht, do Erasmus Medical Center e do Harbor BioMed

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 05/05/2020 às 11:32
Notícia
GETTY IMAGENS
"Nosso estudo demonstra que os pacientes pré-sintomáticos têm alto desprendimento de carga viral", concluíram os pesquisadores - FOTO: GETTY IMAGENS
Leitura:

Na última segunda-feira (04), a comunidade científica fez um grande avanço no estudo sobre o coronavírus. Cientistas da Universidade de Utrecht, do Erasmus Medical Center e do Harbor BioMed publicaram um artigo na revista "Nature Communications", com a descoberta de um anticorpo totalmente humano capaz de neutralizar o Sars CoV-2, responsável pela Covid-19. 

>>Israel descobre anticorpo contra o coronavírus

>>Diretor-geral da OMS pede unidade global na luta contra o coronavírus

>>Espanha tem aumento em número diário de casos e mortes por coronavírus

>>Mortos no mundo por novo coronavírus se aproximam dos 250 mil

Os pesquisadores que fizeram a descoberta já estudavam anticorpos direcionados ao Sars CoV, causador de uma epidemia na China no ano de 2002. O grupo então resolveu testar as opções descobertas anteriormente, só que agora, para o novo coronavírus, responsável pela pandemia que o mundo vivencia atualmente. 

Segundo Berend-Jan Bosch, líder da pesquisa na Universidade de Utrecht, o anticorpo descoberto conseguiu neutralizar o Sars Cov-2 em células in vitro. Bosch revelou que o anticorpo se liga a uma propriedade presente tanto no Sars-CoV quanto no Sars-CoV-2, o que desvenda a sua capacidade de neutralizar os dois microrganismos. "Esse recurso de neutralização cruzada do anticorpo é muito interessante e sugere que ele pode ter potencial na mitigação de doenças causadas por coronavírus — potencialmente emergentes no futuro", disse o cientista.

Frank Grosveld, pesquisador do Erasmus Medical Center e diretor-científico da Harbor BioMed, afirmou que o anticorpo utilizado na pesquisa é "totalmente humano". 

A equipe pesquisadora espera desenvolver o anticorpo e tentar viabilizar um tratamento para a infecção causada pelo novo coronavírus. "Acreditamos que nossa tecnologia pode contribuir para atender a essa necessidade de saúde pública mais urgente e estamos buscando várias outras vias de pesquisa", comentou Jingsong Wang, um dos especialistas. No entanto, mesmo com esperança, os cientistas ressaltam que o trabalho ainda está em andamento e muitos outros estudos ainda são necessários para avaliar se esse anticorpo pode proteger ou reduzir a gravidade da doença nas pessoas.

A pesquisadora Ana Maria Moro, do Instituto Butantan, em São Paulo, acredita que o trabalho da equipe holandesa ainda é "muito preliminar". Ela explica que o anticorpo detectado não impede a entrada do vírus na célula. "Fizeram um anticorpo humano, mas eles não sabem ainda como neutraliza exatamente. Isso eu achei um ponto de interrogação. E só fizeram ensaio em células de laboratório", disse Ana Maria.

Ana está produzindo um projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) que também desenvolve anticorpos em laboratório com o objetivo de encontrar um novo tratamento para pacientes com coronavírus. Ela revelou que, além da Universidade de Utrecht, uma empresa na Coreia do Sul também conseguiu fazer descobertas sobre um anticorpo contra o Sars-CoV-2, "eles identificaram uma sequência. Não quer dizer que eles tenham um produto pronto para usar. Precisa fazer estudo em macacos, precisa fazer as linhagens", finalizou a cientista.

O que são anticorpos?

Anticorpos, proteínas que o próprio corpo humano é capaz de produzir, podem reconhecer e neutralizar micro-organismos, como bactérias e vírus. São produzidos pelos linfócitos B, células do sistema imunológico e são os anticorpos que lutam contra invasores como o coronavírus.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias