Covid-19

Mais de 40% dos portadores de coronavírus em cidade italiana eram assintomáticos

O estudo mostra também que as crianças menores de 10 anos não deram positivo no teste, mesmo as que viviam com adultos infectados

AFP
AFP
Publicado em 30/06/2020 às 17:36
Notícia
VINCENZO PINTO/AFP
Nos últimos dois dias foram identificados dois focos do novo coronavírus em Roma - FOTO: VINCENZO PINTO/AFP
Leitura:

Mais de 40% dos habitantes de uma cidade italiana, que testaram positivo à COVID-19, não apresentaram nenhum sintoma da doença, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (30) que destaca a rápida propagação do coronavírus.

Esse estudo mostra a importância dos testes de diagnóstico em massa e do isolamento dos portadores do vírus para conter os focos de contágio, de acordo com os autores da pesquisa, publicada na revista científica Nature.

No final de fevereiro, foi registrada a primeira morte pelo vírus na Itália na cidade de Vo' (3.200 habitantes), no norte da península. Imediatamente foi imposto um confinamento de duas semanas, durante o qual os cientistas puderam fazer testes em mais de 85% da população.

O estudo mostra também que as crianças menores de 10 anos não deram positivo no teste, mesmo as que viviam com adultos infectados.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias