Estados Unidos

Menina morre após ser obrigada a pular em trampolim sob calor de 43ºC

Conforme investigação da polícia, a garota estava "cumprindo" um castigo imposto pelos adultos

Do Jornal Correio para a Rede Nordeste
Do Jornal Correio para a Rede Nordeste
Publicado em 16/10/2020 às 8:39
Notícia

REPRODUÇÃO
Daniel Schwartz, de 44 anos, e Ashley Schwarz, de 34, não são pais biológicos da menina, mas atuavam como tutores dela e foram presos nesta segunda-feira (12) - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Um casal é acusado de assassinato após obrigar uma menina de apenas 8 anos a pular sem parar em um trampolim sob um calor intenso de 43ºC no Texas, Estados Unidos.

De acordo com o jornal Extra, Daniel Schwartz, de 44 anos, e Ashley Schwarz, de 34, não são pais biológicos da menina, mas atuavam como tutores dela e foram presos nesta segunda-feira (12).

Conforme investigação da polícia, a garota estava “cumprindo” um castigo imposto pelos adultos. Ela morreu em 29 de setembro, dia em que foi proibida de tomar café da manhã e de beber água. No mesmo dia, foi forçada a pular incessantemente em um trampolim.

Ainda segundo o Extra, a autópsia revelou que a garota morreu de desidratação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias