Eleições

Juiz nega pedido de Trump para cancelar resultado da eleição na Pensilvânia, nos Estados Unidos

Trump alega que eleição foi fraudada

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 21/11/2020 às 21:51
Notícia

BRENDAN SMIALOWSKI/AFP
Presidente se nega a aceitar derrota para Biden - FOTO: BRENDAN SMIALOWSKI/AFP
Leitura:

Um juiz federal de Williamsport, na Pensilvânia, recusou o pedido de liminar da campanha do presidente Donald Trump, para cancelar o resultado da eleição presidencial no Estado, que deu vitória a o democrata Joe Biden.

A decisão é mais uma derrota para o presidente republicano e torna cada vez mais difícil para Trump impedir que Biden assuma a cadeira de líder dos americanos. Autoridades da Pensilvânia devem certificar os resultados eleitorais que mostram vitória democrata com mais de 80 mil votos.

 

Na decisão, o juiz Matthew Brann afirma que a campanha de Trump apresentava "argumentos jurídicos sem mérito e acusações especulativas, sem suporte de evidências".

"Nos Estados Unidos da América, isso não pode justificar a cassação[do voto] de um único eleitor, muito menos de todos os eleitores de seu sexto estado mais populoso", disse o parecer. "Nossas leis e instituições exigem mais", afirmou o juiz na sentença.

Comentários

Últimas notícias