apelo

Boris Johnson pedirá que todo o planeta seja vacinado até o fim de 2022

Ele fará o apelo na semana que vem, durante a reunião de cúpula do G-7

Estadão Conteúdo
Cadastrado por
Estadão Conteúdo
Publicado em 05/06/2021 às 20:34
FRANK AUGSTEIN/ AFP
IMUNIZADO Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, recebe primeira dose da AstraZeneca/Oxford - FOTO: FRANK AUGSTEIN/ AFP
Leitura:
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou pelo Twitter que pedirá na semana que vem, durante a reunião de cúpula do G-7, que os líderes mundiais "ajudem a vacinar o mundo até o fim do ano que vem" contra a covid-19. "Nós temos a responsabilidade de fazer tudo que podemos para derrotar a covid ao redor do mundo", escreveu ele em sua rede social neste sábado.
O grupo se reúne a partir da próxima sexta-feira em Cornwall, na Inglaterra.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, estará presente, assim como a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o presidente da França, Emmanuel Macron, e outros chefes de governo.
Também neste sábado, em reunião virtual entre oficiais de governo dos países do Círculo do Pacífico, ministros disseram que o acesso a vacinas contra a covid-19 é essencial para derrotar a pandemia e iniciar a recuperação econômica.
O ministro do Comércio da Nova Zelândia, Damien O'Connor, afirmou que a crise sem precedentes causada pela pandemia exige cooperação e uma resposta coordenada.
"A distribuição bem sucedida de vacinas na nossa região será fundamental para que nos recuperemos", afirmou ele. Aproximadamente cinco bilhões de doses ainda faltam para a região, que tem quase três bilhões de habitantes, disse O'Connor.
*Com informações da Associated Press
Foto: PHIL NOBLE / POOL / AFP
O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson - FOTO:Foto: PHIL NOBLE / POOL / AFP
STEFAN ROUSSEAU/AFP
ESPERANÇA Johnson celebrou o início da vacinação com o imunizante da AstraZeneca/Oxford em meio à 2ª onda - FOTO:STEFAN ROUSSEAU/AFP

Últimas notícias