Condenação

Agente penitenciária é condenada nos EUA por ter relações sexuais com detento

A mulher de 27 anos admitiu ter mantido relações e ter fornecido drogas e um celular ao prisioneiro

JC
JC
Publicado em 03/07/2021 às 14:14
Notícia
Divulgação/Gabinete do Xerife do Condado de Fresno
Tina Gonzalez, 27, foi presa depois que funcionários do Gabinete do Xerife receberam uma denúncia - FOTO: Divulgação/Gabinete do Xerife do Condado de Fresno
Leitura:

Uma agente correcional da Califórnia foi condenada à prisão por ter relações sexuais com um presidiário enquanto ela estava trabalhando - e na frente de outros prisioneiros. A informação é do site Fox News.

Tina Gonzalez tem 27 anos e foi presa depois que funcionários do escritório do xerife do condado de Fresno receberam uma denúncia sobre seu relacionamento com um prisioneiro que foi pego com um celular atrás das grades em 2019.

Seu comportamento era "algo que só uma mente depravada pode inventar", disse o xerife Steve McComas de Fresno ao juiz, de acordo com o site de notícias Fresno Bee.

De acordo com a reportagem, Gonzalez foi acusada de abrir um buraco em seu uniforme para facilitar seus encontros íntimos e teria tido relações com o recluso em frente a outros 11 presos.

"Ela não demonstrou remorso", disse o xerife McComas. "Ela liga continuamente e tem conversas sexualmente explícitas com o recluso em questão e se gaba dos crimes que cometeu."

Tina Gonzalez admitiu três crimes - fazer sexo com um presidiário e fornecer-lhe drogas e um telefone celular. Ela foi condenada a 7 meses de prisão e dois anos de liberdade condicional.

As acusações criminais contra ela foram: atividade sexual por um funcionário de um centro de detenção com um adulto confinado em consentimento e porte de drogas ou bebida alcoólica em um estabelecimento prisional. Ela se confessou culpada das acusações em abril. Os promotores buscavam uma sentença de 15 meses.

Comentários

Últimas notícias