Condição congênita

Mulher descobre que tem duas vaginas ao perguntar sobre como usar absorvente

Australiana nasceu com uma condição chamada de ‘septo vaginal’ e só descobriu que não era algo comum aos 16 anos

Do jornal Correio para a Rede Nordeste
Do jornal Correio para a Rede Nordeste
Publicado em 15/10/2021 às 8:50
Notícia
Reprodução/Facebook/TeeBartlett
Australiana nasceu com uma condição chamada de ‘septo vaginal’ e só descobriu que não era algo comum aos 16 anos - FOTO: Reprodução/Facebook/TeeBartlett
Leitura:

A australiana Tee Bartlett sempre utilizou dois absorventes internos por vez e acreditou que todas as mulheres faziam o mesmo. Ela só viria a descobrir que ter duas aberturas na vagina não era algo comum aos 16 anos, quando perguntou à mãe em “qual buraco” deveria inserir o absorvente.



“No início, ela disse que não havia dois buracos e discutimos um pouco, e eu estava sendo muito relutante. Ela então sugeriu que fôssemos ao médico. Foi quando percebi que ela estava falando sério e que realmente não deveria haver duas aberturas ali”, contou a jovem, hoje com 24 anos, ao jornal The Sun.

Ela só veio a descobrir que se tratava de uma condição congênita, conhecida como ‘septo vaginal’, após a terceira consulta médica e um encaminhamento para um ginecologista, que confirmou que ela tinha duas aberturas vaginais.

Alertada de que a condição provavelmente tornaria a relação sexual e o parto difícil e perigoso, Tee decidiu realizar a cirurgia de remoção de septo aos 17 anos.

Atualmente, após relatar sua histórias nas redes sociais, a australiana conta que recebe várias mensagens de mulheres que têm situações parecidas com a sua. “Há tantas garotas comentando que têm uma coisa semelhante e não perceberam que não era normal”, comentou.

Comentários

Últimas notícias