À distância, aproximamos

RONNIE DUARTE
RONNIE DUARTE
Publicado em 08/08/2020 às 6:00
Leitura:

Cultivar, em quaisquer circunstâncias, a capacidade de ter um olhar otimista sobre os acontecimentos, é uma virtude.

Digo sempre que em toda e qualquer experiência, por mais dolorosa que seja, há algo de positivo a ser extraído. Buscar aprender, querer compreender e tentar evoluir são imperativos para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional. Mesmo nos eventos extraordinariamente catastróficos, isso é possível.

Há um mês despachei remotamente com um juiz em Petrolina. Cada qual conectado a partir da sua residência. Foram quinze minutos de conversa. Um par de dias depois a decisão foi lançada no sistema. Noutros tempos o diálogo presencial teria a mesma duração. Contudo, à custa de muitas horas perdidas com deslocamentos, eventual pernoite e as elevadas despesas que seriam suportadas pelo meu cliente.

Na última semana a Escola Superior de Advocacia Nacional realizou o maior congresso digital do mundo, tendo como eixo temático as repercussões jurídicas e sociais da pandemia. Foram 183 painéis e conferências ministradas por 700 palestrantes e moderadores, entre célebres advogados, magistrados e professores, dentre os quais 8 ministros do STF, 20 do STJ e 4 do TST.

Para além de juristas, participaram jornalistas, empresários, historiadores, militares, membros do governo, influenciadores digitais, todos reunidos em único evento retransmitido para todo o planeta.

Um conteúdo de qualidade foi ofertado gratuitamente a 115.320 inscritos, um impressionante feito conquistado a baixíssimo custo graças à realidade pandêmica.

O fato é que, graças às afinidades tecnológicas compulsoriamente desenvolvidas a partir das medidas de isolamento, massificamos a percepção de que é possível o contato pessoal de maneira mais efetiva, cômoda, segura e barata pelos meios digitais.

Paradoxalmente, afastando-nos fisicamente, a covid-19 mostrou que podemos estar ainda mais próximos.

Ronnie Duarte, é advogado

Comentários

Últimas notícias