ARTIGO

O Poder Legislativo e a covid-19

"Crises precisam ser enfrentadas. A omissão não deve fazer parte da atividade política. E, nem muito menos, do Poder Legislativo". Leia a opinião de Eriberto Medeiros

Eriberto Medeiros
Eriberto Medeiros
Publicado em 23/02/2021 às 6:05

Rinaldo Marques/Alepe
"A Assembleia Legislativa de Pernambuco está atenta às crises" - FOTO: Rinaldo Marques/Alepe
Leitura:

Crises precisam ser enfrentadas. A omissão não deve fazer parte da atividade política. E, nem muito menos, do Poder Legislativo. Diálogo, perseverança, inovação e muito trabalho são armas para o enfrentamento da crise. O pessimismo não faz bem em períodos de turbulência. O otimismo precisa estar sempre presente no enfrentamento às crises.

Desde o ano passado, o mundo vive grave crise sanitária, a qual provoca forte crise econômica. A covid-19 não escolheu países. Não selecionou vítimas. Ela é democrática. Independente do desenvolvimento do país, o novo coronavírus está presente. Posição social não é critério para a covid.

No ano passado, Congresso Nacional e governo Federal criaram o Auxílio Emergencial. Governadores e membros do Poder Legislativo estadual apoiaram o necessário Auxílio. Com ele, o sofrimento das pessoas foi amenizado. Em razão dele, os Estados e municípios mantiveram o ganho da receita e, por consequência, a oferta de bens públicos. O Auxílio movimentou a economia local e trouxe receita para governos municipal e estadual.

A saúde é o principal desafio do Brasil. Precisamos salvar vidas. Um plano de vacinação eficiente e universal precisa ser colocado em prática. Só a vacina pode trazer a recuperação econômica.

A covid-19 revelou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS), da medicina preventiva, através do Programa de Saúde da Família. E de como a solidariedade entre as pessoas é importante.

Crianças e jovens estão sofrendo em virtude da ausência de aulas presenciais. Governos têm tido a precaução necessária para que o retorno imediato das aulas presenciais não venha reforçar a epidemia. Estamos, infelizmente, diante da 2° onda da covid-19. A c ovid-19 afeta todos os setores da economia. Medidas de restrições estão sendo realizadas com o objetivo de evitar o aumento de vítimas do coronavírus. As perdas econômicas são visíveis. Como frisei, todos, independente de quem seja, independente do país, perdem com a pandemia. Resta-nos resignação, trabalho e esperança. E termos a consciência de que os governos estão defendendo o bem maior: a vida.

A Assembleia Legislativa de Pernambuco está atenta às crises. A covid-19 não fez parar a atividade legislativas. Estamos apoiando o Poder Executivo em suas ações. Fiscalizando as ações de enfrentamento à pandemia. Propondo e dialogando com todos. Temos a certeza de que vamos vencer a covid-19.

Eriberto Medeiros, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco

  *Os artigos são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião do JC

Comentários

Últimas notícias