ARTIGO

A importância do pensamento sistêmico

"É essencial seu aprendizado, considerando que a complexidade integra o nosso meio. Os problemas não têm uma simples causa local e isolada. As nações desenvolvidas têm comunidades expressivas de cidadãos capacitados a pensar sistemicamente". Leia a opinião de Eduardo Carvalho

Eduardo Carvalho
Eduardo Carvalho
Publicado em 02/04/2021 às 6:05
PIXABAY
"Saber pensar bem compreende pensar de modo criativo, crítico, estratégico e sistêmico" - FOTO: PIXABAY
Leitura:

É preciso aprender a pensar bem para, fundamentalmente: Exercer a cidadania com responsabilidade, consciente que as suas ações e decisões podem ter grande impacto na sociedade; ser um profissional competente globalmente e preparado para resolver problemas complexos.

Saber pensar bem compreende pensar de modo criativo, crítico, estratégico e sistêmico. É o grande diferencial do ser humano. O pensamento criativo tem a função de criar algo original. O pensamento crítico é essencialmente avaliativo e seletivo. O pensamento estratégico consiste em analisar os problemas e as oportunidades numa perspectiva de impacto potencial que as ações definidas poderão causar em outros indivíduos, na comunidade, na nação e no mundo. Esses pensamentos são fundamentos do pensamento sistêmico.

É essencial seu aprendizado, considerando que a complexidade integra o nosso meio. Os problemas não têm uma simples causa local e isolada. As nações desenvolvidas têm comunidades expressivas de cidadãos capacitados a pensar sistemicamente. Uma sociedade que carece dessa capacidade é medíocre, com consequências desastrosas para a democracia e para a competitividade global da nação.

O pensamento sistêmico é uma disciplina para avaliar problemas holisticamente, compreender como os eventos ocorrem nos sistemas, estabelecer conexões de causalidade e de influência entre eles, identificar padrões e criar modelo para a melhor decisão. A sua prática desenvolve habilidade de enxergar o mundo em que é impossível realizar uma ação sem considerar os efeitos desta ação e suas conexões.

Compreende um método de estruturação de conhecimento acerca da realidade, importante para a elaboração de diagnose. O processo exige questionar com mente aberta em busca de evidências relevantes para analisar o caso, o problema, o projeto ou o cenário. Isso requer a criação de modelo de ambiência aberta à aprendizagem, para dialogar, discutir, analisar e aprender com os erros, as ambiguidades, as dúvidas, as contradições, os paradoxos e, sobretudo, com a cultura organizacional. Organizações colapsam porque são incapazes de praticar esse modelo.

Aprender a pensar sistemicamente é um grande desafio para um sistema educacional concebido na era industrial, em que a maioria dos alunos aprende a memorizar dados, fórmulas e teorias, sem saber como aplicá-los. Estudam para passar nos testes.

Aprende-se a pensar sistemicamente, desde criança, em escolas que adotam a metodologia transdisciplinar que estimule os alunos a fazer perguntas inteligentes e que desenvolvam projetos para o mundo real, a exemplo de uma IB World School.

Eduardo Carvalho, Harvard University Fellow

 

Comentários

Últimas notícias