ARTIGO

O Hospital da Tamarineira e a psiquiatria severina

"Os pacientes que chegavam do interior geralmente estavam em piores condições clínicas. Impossível não se comover com aquela pobre gente que necessitava de assistência tanto pela sua condição 'Severina' quanto pela condição que lhes impunha a doença mental". Leia o artigo de Everton Botelho Sougey

Everton Botelho Sougey
Everton Botelho Sougey
Publicado em 25/11/2021 às 6:06
Artigo
SES-PE/DIVULGAÇÃO
Hospital Ulysses Pernambucano - FOTO: SES-PE/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Quando médico residente em Psiquiatria durante uma supervisão com o Prof. Galdino Loreto, falávamos sobre os infortúnios da pobreza e da doença mental. Então o professor comentou que na época que trabalhava no Hospital da Tamarineira, o hoje chamado Hospital Ulysses Pernambucano, abrigava a clínica psiquiátrica da UFPE. A distribuição das pacientes para cada médico seguia o critério de ordem alfabética e coincidia que praticamente todas as suas pacientes encontravam-se na letra S, repleta de Severinas. " Exerci de fato uma Psiquiatria Severina".

A Tamarineira como nos dias atuais, sempre recebeu pacientes de todo Pernambuco. Os pacientes que chegavam do interior geralmente estavam em piores condições clínicas. Impossível não se comover com aquela pobre gente que necessitava de assistência tanto pela sua condição "Severina" quanto pela condição que lhes impunha a doença mental. Suas emigrações ocorriam de "vontade extinta", trazê-los a realidade era como lutar contra duas mortes.

... nessa viagem que eu fazia,

sem saber desde o Sertão,

meu próprio enterro eu seguia.

só que devo ter chegado

adiantado de uns dias. (JCMN)

Entre os séculos XVIII e início do século XX, a Psiquiatria consolida sua construção em bases de conhecimento clínico das enfermidades e das classificações. O modelo de assistência aos doentes mentais em todo o mundo era hospitalocêntrico. No Brasil não foi diferente, os grandes hospitais psiquiátricos públicos que por se tornarem referência, passaram a constituir os núcleos de ensino e formação de várias gerações de médicos psiquiatras e outros profissionais de saúde mental.

Em Pernambuco, as ações de Ulysses Pernambucano entre as décadas de 20 e 30 (séc. XX) inovaram a assistência psiquiátrica, descentralizando a rede de atendimento. Mesmo assim, inevitavelmente muitos doentes eram hospitalizados com o tratamento e a fé em Deus fazia-se milagres. Ocorre que num Natal, estava eu de plantão na emergência do hospital e me desloquei para a Missa do Galo, me emocionei ao ver chegar a capela o Prof. Galdino e família para aquela celebração. Imediatamente lembrei da "história Severina" do professor e como não pude evitar, pensei no poder da vida, mesmo quando ela é Severina e resgatei o poeta:

...o espetáculo da vida:

ver a fábrica que ela mesma,

teimosamente, se fabrica,

vê-la brotar,

... em nova vida...

Everton Botelho Sougey, médico psiquiatra

 

*Os artigos são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião do JC

 

Comentários

Últimas notícias