DELEFAZ

Universitário é preso em flagrante por posse de cédulas falsas no Recife

Em seu interrogatório, o suspeito afirma que repassaria o dinheiro para um membro de uma torcida organizada de Pernambuco

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 06/03/2020 às 8:19
Notícia
POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
Notas totalizavam R$ 1.000 - FOTO: POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
Leitura:

Um universitário de 25 anos que cursa direito foi preso em flagrante nessa segunda-feira (2) pela Polícia Federal em Pernambuco lotada na Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários (DELEFAZ) por posse de 50 cédulas falsas de R$ 20, que totalizavam R$ 1.000. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (6).

As autoridades tomaram ciência do caso através de informações na área de inteligência policial, dando conta de que um suspeito, ainda não identificado, teria enviado uma remessa de cédulas falsas de uma agência dos Correios de Goiana, em Goiás, com destino a agência dos Correios do Recife.

POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
O universitário recebeu em sua residência um envelope contendo contendo 50 cédulas falsas de R$ 20 reais, totalizando R$ 1.000,00 - POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
O universitário recebeu em sua residência um envelope contendo contendo 50 cédulas falsas de R$ 20 reais, totalizando R$ 1.000,00 - POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO
Notas totalizavam R$ 1.000 - POLÍCIA FEDERAL / DIVULGAÇÃO

A partir destas informações, policiais federais que se dirigiram até a agência com o objetivo de identificar o destinatário e realizar a prisão, caso houvesse a confirmação da ilicitude. A corporação conta que a ação teve seu desfecho quando os federais identificaram a encomenda e se dirigiram ao endereço do remetente. Quando o funcionário dos Correios fez a entrega, o universitário foi abordado pelos policiais que solicitaram a abertura do envelope. Assim, foram constatadas as cédulas falsas.

O suspeito foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuado em flagrante por adquirir moeda falsa e, caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa.

Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no Instituto de Medicina Legal (IML) e encaminhado para a audiência de custódia, onde foi liberado e responderá ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal.

Interrogatório

Em seu interrogatório à Polícia Federal, ele informou que as cédulas falsas não lhe pertenciam, e que apenas as receberia para passar para um amigo que é membro de uma torcida organizada de um time pernambucano, sem especificar qual. O suspeito contou que pagou R$ 100 pelas notas e que as cédulas foram enviadas por um torcedor de um time de Goiás.

Dicas de segurança para evitar o recebimento de notas falsas

As orientações são da Polícia Federal em Pernambuco

1. CONHEÇA BEM A NOTA VERDADEIRA: Geralmente pessoas que lidam diariamente com dinheiro, como os caixas de banco e comerciantes, sabem facilmente identificar uma nota falsa - essa experiência em manusear diariamente o dinheiro verdadeiro faz com que eles se tornem especialistas em identificar notas falsas.

2. COMERCIANTE: NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa do comerciante para atender um maior número de clientes faz com que ele não tome o devido cuidado em verificar a nota que está recebendo.

3. VERIFIQUE SE AS NUMERAÇÕES DAS NOTAS NÃO SÃO IGUAIS: Ao receber duas notas de igual valor verifique se as numerações não são iguais, os falsários não costumam fazer notas falsas com numeração diferente porque isso acarreta em custos com impressão por ter que mudar a matriz da impressão.

4. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as notas verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança que pode ser percebido pelo tato. Sinta com os dedos o papel e a impressão.

5. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTA: Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.

6. VERIFIQUE A MARCA D' ÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ

7. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA

8. BAIXE O APP GRÁTIS “DINHEIRO BRASILEIRO” NO SEU SMARTPHONE: O aplicativo que foi desenvolvido pelo Banco Central não analisa a autenticidade da cédula, apenas ajuda a identificar e conhecer os itens de segurança.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias