Tentativa de assalto

Francês é morto a tiros no Sítio Histórico de Olinda

O homem de 64 anos, identificado como Stefane Chartonther, seria genro da artista plástica Marianne Peretti, responsável pelos vitrais que deram forma a monumentos de Brasília. Ele foi abordado por um casal armado ao descer de um carro. Não se sabe se houve reação à tentativa de assalto

JC
JC
Publicado em 25/03/2020 às 20:05
Notícia
MICHAEL CARVALHO/TV JORNAL
O idoso chegou a ser levado para o Hospital do Tricentenário, mas não resistiu - FOTO: MICHAEL CARVALHO/TV JORNAL
Leitura:

Com informações da TV Jornal

Um francês de 64 anos foi morto a tiros em uma tentativa de assalto no Sítio Histórico de Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR), na desta quarta-feira (25). O idoso, identificado como Stefane Chartonther, seria genro da artista plástica Marianne Peretti, responsável pelos vitrais que deram forma a monumentos de Brasília, no Distrito Federal.

O crime ocorreu por volta das 16h30 na Rua Coronel Joaquim Cavalcante, no Amparo. Stefane foi abordado por um casal armado no momento em que descia de um carro de transporte por aplicativo. A informação inicial é que ele teria ido ao banco e foi seguido pelos dois na volta.

O homem e a mulher ordenaram que o idoso entregasse os pertences. O disparo de arma de fogo, efetuado pela mulher, aconteceu em seguida. Não se sabe se houve reação à tentativa de assalto.

O idoso foi atingido no abdômen e chegou a ser levado para o Hospital do Tricentenário, em Olinda, mas não resistiu. Na unidade de saúde, a esposa não quis falar com a imprensa. No local do crime, os moradores também optaram por não falar. 

Os dois suspeitos conseguiram fugir e ainda não foram localizados. A Polícia Civil está investigando o caso.

Violência assusta moradores do Sítio Histórico

De acordo com a Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta (Sodeca), a violência está assustando os moradores do Sítio Histórico. Além da morte desta quarta-feira (23), a localidade registrou, nos últimos tempos, assaltos e arrombamentos. 

 

"Os moradores estão apreensivos com a situação. Nas últimas duas semanas, foram várias invasões a residências. Na madrugada desta quarta-feira (24), inclusive, uma moradora acordou com uma pessoa entrando na casa vizinha, na Rua Vinte e Sete de Janeiro, no Carmo. Está acontecendo com frequência", relatou o coordenador administrativo da Sodeca, Natan Nigro.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias