Monitoramento

Veja cidades onde mais choveu em Pernambuco nas últimas horas

Lagoa Grande, Caruaru e São José do Belmonte são as líderes

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 26/03/2020 às 8:02
Notícia
Cortesia
A ponte do anel viário, em Afogados da Ingazeira, foi levada pela água - FOTO: Cortesia
Leitura:

Segundo monitoramento feito pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), na manhã desta quinta-feira (26), mais de cem municípios pernambucanos registraram chuvas nas últimas 24h. A cidade de Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco, até agora, é a que mais registrou um alto indíce pluviométrico com 136,78mm, seguida por, Caruaru, no Agreste, com 101,17mm e São José do Belmonte, também no Sertão, com 75,99mm. Cidades da Região Metropolitana do Recife registraram baixíssimos indíces de chuva. 

>> Acompanhe as principais notícias sobre o novo coronavírus

>> Rio Ipojuca, em Caruaru, registra nível acima da cota de alerta, segundo Apac

>>Fortes chuvas causam transtorno em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco

>>Veja a previsão do tempo para esta quinta-feira (26) em Pernambuco

>>Por conta das fortes chuvas, 15 barragens atingiram o limite em Pernambuco

Na quarta-feira (25), a Apac emitiu um alerta de chuvas para o Agreste, Sertão do São Francisco e Sertão de Pernambuco. A previsão que foi divulgada pela Agência mostra probabilidade de chuvas com intensidade de moderadas a forte. O aviso valerá até às 17h desta quinta.

No início da semana

Em Afogados da Ingazeira, município do Sertão Pernambuco, chuvas fortes foram registradas entre a noite de terça (24) e quarta. Segundo informações da Rádio Jornal, a barragem cedeu diante da força da água e foi em direção à cidade, enchendo o riacho do bairro Borges, onde derrubou duas pontes, uma na PE-292 e outra no sistema viário, deixando a cidade ilhada e alguns feridos. 

Em nota, a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), garante que estão em andamento uma série de ações emergenciais voltadas para o restabelecimento da infraestrutura viária e hídrica nos municípios atingidos pela chuva. As ações não foram detalhadas pelo órgão, assim como nenhum prazo final das obras foi informado. A iniciativa conta com um investimento de R$ 4,2 milhões, que já foi autorizado pelo governador do Estado, Paulo Câmara.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias