chuva

Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, fica alagada após transbordamento do Rio Pajeú

A cidade não recebia esse volume de água, pelo Rio Pajeú, desde 2004

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 26/03/2020 às 11:34
Notícia
DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Diversas regiões de Serra Talhada amanheceram alagadas - FOTO: DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Leitura:

Atualizada às 19h14

Nesta quinta-feira (26), a cidade de Serra Talhada, na região do Pajeú, Sertão de Pernambuco, amanheceu parcialmente alagada por causa da quantidade de chuva que caiu na região. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), choveu 4,3mm no município. O rio que afetou a cidade foi o Pajeú, que nasce no Alto do Pajeú, no município de Brejinho. Com o transbordamento das barragens de Rosário, em Iguaraci; de Brotas, em Afogados da Ingazeira; e da barragem de Chinelo, em Carnaíba, o rio Pajeú recebeu um volume muito grande de água. A cidade não recebia essa quantidade de água desde 2004.

Segundo nota divulgada, na última quarta-feira (25), pela Secretaria de Infraestrutura do Estado de Pernambuco (Seinfra), quinze barragens no estado atingiram suas cotas máximas e acabaram vertendo. Do número total, onze eram de municípios no Sertão e quatro na região do Agreste.

De acordo com informações da Rádio Jornal, grande parte do comércio foi inundado e bairros da periferia da cidade também foram atingidos. A defesa civil de Serra Talhada foi acionada e atua na assistência de todos os moradores e comerciantes que foram afetados. O prefeito da cidade, Luciano Duque, informa que também já pediu ajuda da Defesa Civil Estado. O Corpo de Bombeiros também está em ação para ajudar na remoção de vítimas ilhadas. As operações estão em andamento e, até o momento, segundo a corporação, já foram retiradas 30 pessoas. 

MARCONDES AMORIM/DIVULGAÇÃO
Segundo a Secretaria de Infraestrutura de Pernambuco, 15 barragens atingiram a cota máxima e acabaram vertendo - MARCONDES AMORIM/DIVULGAÇÃO
MARCONDES AMORIM/DIVULGAÇÃO
O Rio Pajeú transbordou e a cidade de Serra Talhada ficou alagada - MARCONDES AMORIM/DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Diversas regiões de Serra Talhada amanheceram alagadas - DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Diversas regiões de Serra Talhada amanheceram alagadas - DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Diversas regiões de Serra Talhada amanheceram alagadas - DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS
Diversas regiões de Serra Talhada amanheceram alagadas - DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS

Alagamentos em outros municípios do Sertão e Agreste

A madrugada desta quinta-feira (26) foi de chuva em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Desde a terça-feira (24) o município está em alerta por conta das precipitações, que atingem toda a cidade. A Defesa Civil continua corrigindo os transtornos causados nessa quarta (25), dia em que registrou mais ocorrências da população.

No município de Afogados da Ingazeira, Sertão Pernambucano, chuvas fortes foram registradas entre a noite de terça-feira (24) e quarta-feira. De acordo com informações da Rádio Jornal, a barragem cedeu com a grande intensidade da água e foi em direção à cidade, onde encheu o riacho do bairro Borges e derrubou duas pontes, uma na PE-292 e outra no sistema viário, deixando a cidade ilhada e alguns feridos. Em Surubim, no Agreste Setentrional, a barragem de Jucazinho, terceira maior do estado, atingiu 26 milhões de m³ de água em uma semana.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias