ilegalidade

Coronavírus: fábrica clandestina de álcool em gel é fechada em Paulista

Nove pessoas foram abordadas e conduzidas para a Delegacia de Plantão de Paulista, para serem tomadas as medidas legais cabíveis

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 31/03/2020 às 12:32
PM/PERNAMBUCO
Fechamento de fábrica - FOTO: PM/PERNAMBUCO
Leitura:

Policiais militares do 17º Batalhão, em apoio à Vigilância Sanitária da cidade de Paulista, constataram e apreenderam, na manhã desta terça-feira(31), materiais em mais uma fábrica clandestina de álcool em gel que estava em funcionamento no município de Paulista, Grande Recife. O álcool em gel tem sido muito requisitado devido a pandemia do coronavírus, como forma de proteção; por isso, empresas têm tentado produzir o material sem o cuidado sanitário necessário. 

No local, policiais apreenderam 1.872 garrafas contendo 1 litro de álcool 70%, em estado líquido; 246 recipientes de álcool em gel de 5 litros; três tambores de 200 litros de álcool 70%; um tambor de mil litros contendo álcool líquido 96% de teor; aproximadamente mil recipientes de 1 litro, vazios; cinco caixas de álcool gel (aproximadamente 15 litros); 1,5 litros de essência de erva doce; 1,4 kg de essência de cânfora; oito sacos de 25 Kg do produto HPMC 65,000, utilizado para a produção do material.

Nove pessoas foram abordadas e conduzidas para a Delegacia de Plantão de Paulista, para serem tomadas as medidas legais cabíveis. Também participaram da ação o Procon Paulista, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Urbanização.

Clandestinidade em Pernambuco

Outras práticas clandestinas envolvendo álcool em gel aconteceram no Estado de Pernambuco. Na última segunda-feira (30), um homem de 40 anos foi preso em flagrante, por estar "comercializando álcool em gel de origem duvidosa e supostamente falsificado", informou a Polícia Civil. A substância ficava armazenada em uma residência no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife (RMR), e era vendida, diretamente e por meio de um aplicativo de mensagens, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Na semana passada, no dia 21 de março, em Abreu e Lima, a Polícia Militar (PM) fechou, durante uma operação, uma fábrica de álcool clandestina, no Desterro. O processo de fabricação acontecia, de acordo com o tenente-coronel Ramalho, do 17º Batalhão da PM, numa casa que não possuía alvará ou licença sanitária. O dono da propriedade chegou a confirmar que fabricava o álcool sem qualquer qualificação técnica.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias