Covid-19

Técnica de enfermagem morre vítima de coronavírus; óbito de outra profissional está sob investigação

Profissional de saúde faleceu devido ao vírus e outra morreu com suspeita de contágio

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 05/04/2020 às 14:25
Notícia
Foto: Day Santos/JC Imagem
Profissional de saúde trabalhava no Hospital Getúlio Vargas, Zona Oeste do Recife - FOTO: Foto: Day Santos/JC Imagem
Leitura:

A técnica de enfermagem Betânia Ramos, 55 anos, faleceu neste sábado (4) no Hospital dos Servidores (HSE), após ser infectada pelo covid-19 (coronavírus).

Betânia tinha um histórico de diabetes, doença renal crônica e pneumonia crônica e desempenhava suas funções na área verde da emergência do Hospital Getúlio Vargas (HGV). Ela foi notificada como caso suspeito da Covid-19 na quarta (01.04) e teve o resultado laboratorial positivo liberado na última sexta (03.04).

>> Sobe para 21 o número de mortos por coronavírus em Pernambuco

No mesmo dia, Ana Cristina Tomé, 52 anos, também faleceu poucas horas depois de dar entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ana, que era hipertensa, diabética e asmática grave, estava de férias quando começou a apresentar os sintomas e ficou afastada de suas funções no período posterior. Ela atuava na enfermaria de ortopedia do Getúlio Vargas.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), foi realizada a coleta de material para as análises em laboratório, que estão em andamento

Enfermeiros e técnicos próximos das vítimas suspeitam de que as duas tenham sido contaminadas pelo vírus por falta do uso de EPI's (equipamento de proteção individual) e reclamam da falta de proteção adequada para os profissionais de saúde que estão na linha de frente combatendo a doença. 

>> "Eles estão em sacrifício da própria vida": a missão de quem está no front contra o coronavírus

"Muita tristeza vermos duas profissionais guerreiras, na linha de batalha, falecendo com sinais e sintomas que deixam bem claro o motivo da morte", disse presidente do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (Satenpe), Francis Herbert.

Herbert reclama da falta de condições de trabalho para os profissionais e o risco que isso pode trazer. "Nós estamos estimando que, da forma que está, sem EPI'S, 30% dos profissionais de nível médio de enfermagem estará infectado com o covid-19. Isso se dá devido ao fato que trabalhamos em mais de um emprego e estamos em contato com outros profissionais".

O Saten-PE lançou uma nota lamentando a morte das duas profissionais.

O Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) também lançou uma nota oficial sobre o falecimento de Betânia e Ana Cristina.

Comentários

Últimas notícias