Solidariedade

Grupo de donos de restaurantes faz campanha para levar refeições aos profissionais de saúde

A iniciativa foi idealizada pelos empresários e amigos Bruno Catão e André Saburó, chefs dos restaurantes Parraxaxá e Quina do Futuro

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 19/04/2020 às 16:59
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
De acordo com o chef Bruno Catão, um dos idealizadores da inciativa, o grupo já distribuiu cerca de 1.350 refeições - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

Com o objetivo de ajudar os profissionais de saúde a enfrentar a pandemia do novo coronavírus, um grupo formado por empresários donos de restaurantes pernambucanos, intitulado "Linha de Frente', resolveu se unir para distribuir refeições para os trabalhadores que estão nos hospitais. 

A iniciativa foi idealizada pelos empresários e amigos Bruno Catão e André Saburó, chefs dos restaurantes Parraxaxá e Quina do Futuro, respectivamente, quando eles estavam conversando sobre a necessidade de fazer algo para ajudar as pessoas durante o período crise.

"Nós queríamos fazer uma ação ligada à alimentação, com o que fazemos normalmente no nosso dia-a-dia, então entramos em contato com hospitais com o intuito de fornecer refeições para os profissionais, como enfermeiros, médicos e outros", disse Bruno Catão.

O chef também contou que a campanha começou há cerca de três semanas, apenas com os dois chefes, no entanto, logo outros empresários ficaram sabendo da iniciativa e resolveram ajudar e foi aí que surgiu o grupo Linha de Frente. Segundo Catão, desde que começou, o grupo já conseguiu distribuir cerca de 1.350 refeições.

Até o momento as unidades de saúde beneficiadas com as ações são o Hospital Oswaldo Cruz, Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e Hospital Correia Picanço. As entregas estão sendo feitas nas unidades de saúde, ou, como no caso de uma das unidades, ela pode ir no restaurante para pegar a refeição. 

 

Para o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), André Luiz Araújo, uma iniciativa como essa em meio à uma crise é muito importante, pois "todas as pessoas estão na mesma tempestade, porém em situações diferentes."

"Por questões econômicas, não são todos os restaurantes que podem fazer isso, mas é uma iniciativa excelente dos que têm condições de fazer isso. Sabemos que os alimentos têm um prazo de validade e, ao invés de serem perdidos, terão um destino nobre", disse.

Instagram Linha de Frente

Para divulgar o trabalho do grupo, foi criada uma conta no Instagram para o Linha de Frente. No perfil, é possível ver o trabalho dos chefs e a distribuição das refeições. No perfil também é possível ter acesso ao um link para  que qualquer pessoa possa contribuir com doações de qualquer valor.

 

 

Comentários

Últimas notícias