Manifestação

26º Grito dos Excluídos acontece nesta segunda-feira (7), com o lema "Vida em primeiro lugar"

Ato acontece em todo o País, trazendo a pandemia do novo coronavírus como um dos principais temas de 2020, que também discute miséria, preconceito e repressão

JC
JC
Publicado em 05/09/2020 às 16:35
Notícia

Foto:
Realizado sempre no Dia da Independência do Brasil, o Grito dos Excluídos reúne movimentos sociais em manifestações por todo país - FOTO: Foto:
Leitura:

O feriado de 7 de Setembro também é o dia da realização do Grito dos Excluídos, que este ano está na sua 26ª edição. O lema de 2020, um ano marado pelo rastro de mortes deixado pela pandemia da covid-19, será “Vida em primeiro Lugar”, Basta de miséria, preconceito e repressão! Queremos trabalho, terra, teto e participação!

Os organizadores afirmam que "o ato unificado será o momento de protestar contra o governo Bolsonaro, que tem negado direitos e retirado políticas públicas direcionadas ao campo e a cidade". Ainda segundo a organização, a manifestação ainda marca as mais de 120 mil vítimas da pandemia do coronavírus (Covid-19), um dos resultados dos desmandos de um governo que nega a doença.

No Recife a concentração será no Parque 13 de maio, em Santo Amaro, às 9h, em direção à Praça do Carmo, Centro da Cidade. Além da capital as mobilizações também acontecerão nas regiões da zona da Mata, Agreste e Sertão, onde sindicatos vão estar engajados na luta contra o governo genocida.

A CUT Pernambuco e os demais movimentos sociais, sindicais, populares e religiosos também apoiam o Grito. O ato prestará homenagem a Dom Pedro Casaldáliga, que faleceu em agosto. O religioso dedicou à vida aos povos indígenas e contra conflitos agrários.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias