Zona da Mata Norte

Obra da Compesa vai deixar mais de 85 mil pernambucanos sem água

Serão 21 áreas em quatro cidades do estado; confira se você será afetado

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 10/09/2020 às 20:53
Notícia
LEO MOTTA/ACERVO JC IMAGEM
Racionamento de água - FOTO: LEO MOTTA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

A partir das 9h desta sexta-feira (11), quatro cidades pernambucanas da Zona da Mata Norte do Estado serão afetadas por uma obra emergencial, que será realizada pela Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento), no sistema integrado que abastece a região. Como consequência deste conserto, mais de 85 mil pessoas de 21 áreas de Paudalho, Carpina, Tracunhaém e Chã de Alegria ficarão sem água nas torneiras.

A Companhia Pernambucana de Saneamento informou que a previsão é que o abastecimento seja retomado às 17h de domingo (13). Segundo a empresa, sete áreas em Paudalho, cinco em Tracunhaém, sete em Carpina e duas em Chã de Alegria serão afetadas.

O alvo do serviço de reparo será o sistema de bombeamento de água da estação elevatória de Paudalho. O serviço será normalizado de forma gradual. A Compesa destacou ainda que os serviços “são imprescindíveis para garantir confiabilidade operacional ao sistema de abastecimento, responsável pelo atendimento de quatro cidades da Mata Norte”.

Em nota, a estatal justificou que “todos os esforços serão empreendidos para que as atividades sejam finalizadas dentro do prazo previsto”. Em casos de dúvidas o telefone para contato é o 0800 081 0195.

Áreas atingidas

  • Paudalho

  1. Santa Teresa
  2. Bobocão
  3. Asa Branca
  4. Santa Mônica
  5. Ladeira Preta
  6. Primavera (parte baixa)
  7. Vila da Sardinha (parte baixa).
  • Tracunhaém

  1. Cohab
  2. Centro (parte alta)
  3. Bairro Novo
  4. Loteamento Sertão
  5. Loteamento Renascer.
  • Chã de Alegria

  1. Centro (parte alta)
  2. Vila Doralice (parte alta)
  • Carpina

  1. Bairro Novo
  2. Loteamento Florestinha
  3. Nova Descoberta
  4. Ipsep
  5. Granja do Estado
  6. Loteamento Santa Cruz
  7. Loteamento Santana

Comentários

Últimas notícias