Operação

Polícia Civil fecha três clínicas ilegais de próteses dentárias em Jaboatão

As clínicas não possuíam documentação suficiente para terem seu funcionamento

Jorge Nunes
Jorge Nunes
Publicado em 17/09/2020 às 14:09
Notícia
Site do CRO/PE
Clínicas funcionavam e tinham até pacientes - FOTO: Site do CRO/PE
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco, em parceria com o Conselho regional de Odontologia do Estado (CRO/PE), realizou uma operação na feira de Prazeres, que fica localizada em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, com o intuito de coibir a prática ilegal da aplicação de próteses dentárias sem as devidas permissões do CRO/PE.

Ao todo foram três flagrantes de exercício ilegal da odontologia em laboratórios, onde nenhum dos locais possuía inscrição junto ao Conselho, documentação de Vigilância Sanitária e profissional registrado em nenhuma atividade odontológica no momento da ação. A fiscalização encontrou muitas irregularidades nos locais, como materiais e equipamentos odontológicos, agenda de marcação de pacientes, recibos de pagamentos e, em um deles, pessoas que aguardavam atendimento. 

"É importante destacarmos que a configuração de exercício ilegal é tanto para um leigo exercendo práticas odontológicas como, também, para um profissional registrado extrapolando as atividades destinadas a sua categoria", explica a fiscalização.

Depois de recolher todos os flagrantes, os responsáveis pelas clínicas, os materiais e as testemunhas foram levadas para delegacia de Jaboatão dos Guararapes, onde foi feito um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO). Para fazer denúncias de atividades ilegais de clínicas odontológicas, basta ligara para o número 81- 98835-1214.

Comentários

Últimas notícias