PRÓ-CRIANÇA

Movimento Pró-Criança vai lançar plataforma e ofertar 500 vagas em cursos EaD

Iniciativa pioneira vai ser apresentada na segunda-feira (5)

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 30/09/2020 às 21:00
Notícia

REPRODUÇÃO
Plataforma será lançada na segunda (5) - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

O Movimento Pró-Criança vai dar um passo importante na próxima segunda-feira (5), quando fará o lançamento de uma plataforma de ensino à distância. O EaD Pró-Criança é o primeiro ofertado gratuitamente por uma instituição filantrópica em Pernambuco, e será apresentado a educadores e parceiros às 10h, na sede da entidade, que fica na Boa Vista, Centro do Recife.

O evento também marcará a abertura das inscrições para os primeiros alunos do projeto. Serão disponibilizadas 500 vagas para os cursos de Movimentos artísticos e produção criativa, Teoria musical para iniciantes, Manual básico do judô, Descobrindo a eletrônica e a eletricidade básica, e Excel: aprenda de forma rápida e prática.

Neste primeiro momento, por se tratar de um projeto piloto, poderão se inscrever alunos já matriculados no Pró-Criança e que tenham no mínimo 7 anos. Os pais ou responsáveis terão os dias 6 e 8 de outubro, das 8h30 às 12h30, para solicitar a inserção do educando em um ou mais cursos na plataforma pelos seguintes telefones: (81) 3412.8952 para os alunos da Unidade Coelhos, (81) 3425.4450 para beneficiários da Unidade Recife Antigo e (81) 3474.8979 para os jovens assistidos na Unidade Piedade, em Jaboatão dos Guararapes.

As aulas do EaD Pró-Criança começarão no próximo dia 13. Por serem cursos sem a necessidade de acompanhamento em tempo real, ficará a cargo do educando organizar o tempo para assistir aos vídeos e cumprir os exercícios de acordo com sua rotina. Na própria plataforma, o estudante vai poder enviar dúvidas e outras perguntas sobre o conteúdo, e os questionamentos serão respondidos pelo educador.

Projeto foi antecipado por causa da pandemia

O projeto estava previsto pelo Pró-Criança para ser implantado nos próximos anos, mas foi antecipado devido aos desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus. Nesse tempo, a ONG não parou de assistir aos educandos, sobretudo, em relação à oferta de educação complementar. Enquanto as escolas ainda se organizavam para garantir as aulas remotas, a entidade já adaptava as formações para a internet.

“Sem fugir da nossa missão, desejamos dar continuidade a uma educação capaz de formar pessoas que aprendam a transitar em cenários novos e desafiadores como os que estamos vivenciando. A educação à distância permite essa inclusão social, preparando, principalmente, os mais vulneráveis, para um futuro de conquistas pessoais e profissionais”, explica a coordenadora pedagógica do Pró-Criança, Camila Nogueira.

Inclusão social

A plataforma EaD Pró-Criança foi desenvolvida por meio do Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Moodle), um software livre de apoio ao ensino, executado em um ambiente virtual de aprendizagem (AVA). O recurso poderá ser acessado por computadores, tablets e smartphones, proporcionando ao usuário interação ativa no processo cognitivo de forma on-line.

A criação dessa plataforma, desde a estruturação do layout até a disponibilização dos conteúdos, passando pela edição das videoaulas, foi coordenada pelo Núcleo de Inclusão Digital (NID) do Pró-Criança, projeto que tem o apoio do Grupo Raymundo da Fonte. A ideia é que, a partir de 2021, a ONG consiga levar seus cursos gratuitos a pessoas em situação de vulnerabilidade social para além dos limites da região metropolitana do Recife.

Doe para o Pró-Criança

Todo trabalho do Pró-Criança é mantido graças a doações que podem ser feitas por meio das faturas de água e energia elétrica, ou ainda com cartão de crédito e débito. Também é possível ajudar fazendo transferências bancárias, direcionando parte do Imposto de Renda e pela Lei de Incentivo à Cultura. Para ser um benfeitor da ONG basta acessar o site do Pró-Criança ou ligar no 0800.031.8989.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias