VIOLÊNCIA

Em crime com requintes de crueldade, mulher é morta e queimada na Zona Norte do Recife

O Departamento De Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) iniciou as investigações do caso

JC
JC
Publicado em 19/10/2020 às 7:32
Notícia

REPRODUÇÃO/TV JORNAL
De acordo com a polícia, a mulher entrou no local com dois homens e logo em seguida foi morta - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

Com informações de Adúlccio Lucena, da TV Jornal

O corpo em chamas de uma mulher de identidade não confirmada foi encontrado nesse domingo (18) por vizinhos em um terreno localizado na Bomba do Hemetério, próximo a Estrada Velha de Água Fria, na Zona Norte do Recife

De acordo com a polícia, a mulher entrou no local com dois homens e logo em seguida foi morta. Os moradores da região ajudaram a conter as chamas com baldes de água, e a polícia investiga se ela foi morta e em seguida queimada ou se foi queimada viva.

JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
Na manhã desta segunda-feira (19), as marcas do crime ainda estavam no terreno baldio, como um short queimado, possivelmente usado pela vítima - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
A reportagem registrou preservativos, garrafas vazias de bebida, cigarro e roupas espalhados pelo local - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
Moradores que preferiram não se identificar afirmaram que o local é constantemente usado para consumo de drogas e a prática de crimes - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
Na manhã desta segunda-feira (19), as marcas do crime ainda estavam no terreno baldio, como um short queimado, possivelmente usado pela vítima - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
A reportagem registrou preservativos, garrafas vazias de bebida, cigarro e roupas espalhados pelo local - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
Moradores que preferiram não se identificar afirmaram que o local é constantemente usado para consumo de drogas e a prática de crimes - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
Na manhã desta segunda-feira (19), as marcas do crime ainda estavam no terreno baldio, como um short queimado, possivelmente usado pela vítima - JAILTON JUNIOR/TV JORNAL
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Câmeras de segurança próximas ao local podem ajudar a polícia a identificar os assassinos - REPRODUÇÃO/TV JORNAL
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
A polícia investiga se ela foi morta e em seguida queimada ou se foi queimada viva - REPRODUÇÃO/TV JORNAL

"Tinham três pessoas, dois homens e uma mulher. Eles adentraram no terreno e só saíram os dois homens, a mulher está carbonizada, morreu. Não sabemos se mataram ela e tocaram fogo, ou se tocaram fogo nela viva. Só no final da perícia vamos ter o conhecimento do que houve", afirmou o delegado Joaquim Braga.

Câmeras de segurança próximas ao local podem ajudar a polícia a identificar os assassinos. "O colega que vai concluir o inquérito e investigar vai solicitar as câmeras posteriormente. Vai dar um pouco mais de trabalho mas ele vai chegar a autoria do crime", garantiu o delegado.

Na manhã desta segunda-feira (19), as marcas do crime ainda estavam no terreno baldio, como um short queimado, possivelmente usado pela vítima. Moradores que preferiram não se identificar afirmaram que o local é constantemente usado para consumo de drogas e a prática de crimes. A reportagem registrou preservativos, garrafas vazias de bebida, cigarro e roupas espalhados pelo local.

Por nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que instaurou um inquérito para investigar o homicídio, que uma equipe da Força Tarefa foi ao local para realizar os procedimentos legais e que o caso será conduzido pela 5ª Delegacia de Homicídios.

#UmaPorUma

A violência contra a mulher é constante e frequentemente acaba em tragédia. Existe uma história para contar por trás de cada feminicídio, em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Confira o especial Uma por Uma aqui.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias