Aniversário

HCP completa 75 anos de atuação no combate ao câncer em Pernambuco

O hospital precisa de doações para poder continuar atuando no combate ao câncer

Jorge Nunes
Jorge Nunes
Publicado em 30/10/2020 às 14:49
Notícia
REPRODUÇÃO
Durante o primeiro confinamento em 2020, Holanda e Bélgica tiveram queda de entre 30% e 40% dos casos de câncer diagnosticado - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

O Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP), referência no Estado quando o assunto é o combate ao câncer, completa 75 anos. Hoje administrada pela Sociedade Pernambucana de Combate ao Câncer (SCPCC), o hospital oferece atendimento grátis pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e, por isso, conta a ajuda de colaboradores invisíveis para manter o local funcionando. 

O hospital foi fundado em 1945, e obteve seu auge entre as décadas de 50 a 70, onde ganhou espaço na vida e no coração de todos os Pernambucanos. “A história do Hospital de Câncer de Pernambuco é repleta de muitos desafios, mas sobretudo, da certeza de que, mesmo nas dificuldades, podemos transformar a vida de muitas pessoas, trazendo acolhimento e, sobretudo, a esperança de dias melhores. Isso, com o apoio da sociedade e o empenho de nossos mais de 1.800 colaboradores, entre médicos e demais profissionais de variadas áreas de atuação”, destaca o superintendente geral do HCP, Hélio Fonsêca.

Para comemorar o aniversário, neste mês de novembro as mídias sociais do hospital vão disponibilizar matérias sobre esses 75 anos de história. As matérias vão destacar os principais pilares de atuação: assistência, ensino e pesquisa, voluntariado e filantropia, e estarão disponíveis no site e nas redes sociais instagram e facebook.

O HCP é habilitado pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON). O destaque no Estado vem justamente por ser a única unidade exclusivamente oncológica, oferecendo assistência completa, desde os exames de rastreio a cirurgias e procedimentos de alta complexidade, como quimioterapias e radioterapias.

O hospital também se destaca por acompanhar o paciente em todos os estágios possíveis que o câncer possa afetar, tanto físicos quanto psicológicos. Em 2019, foram realizadas mais de 68 mil consultas multidisciplinares e outras 152.452 consultas médicas, além de 672.029 exames ambulatoriais e hospitalares.

Comentários

Últimas notícias