checagem

Checamos: os erros e acertos dos candidatos à prefeitura de Caruaru no debate da TV Jornal

Candidatos exageram em falas sobre educação, pandemia e ações da atual gestão da prefeitura de Caruaru

Débora Oliveira Laís Arcanjo
Débora Oliveira
Laís Arcanjo
Publicado em 13/11/2020 às 15:40
Notícia

Jefferson Nascimento
Debate candidatos a prefeito de Caruaru. - FOTO: Jefferson Nascimento
Leitura:

A TV Jornal realizou na última quarta-feira (11) um debate com quatro candidatos à prefeitura de Caruaru, no Agreste. O único candidato cujo partido não possui representação na Câmara, e que ficou de fora do debate, foi o candidato Rafael Wanderley (UP). Em busca da reeleição e à frente nas pesquisas, a candidata Raquel Lyra (PSDB) não compareceu ao evento. A equipe do Confere.ai checou a veracidade de algumas das declarações dadas pelos postulantes presentes.

Marcelo Gomes (PSB)

"É provado, onde tem o Compaz, no raio de 1km se diminui 35% da violência."

Checamos:

A frase tem fundamento em uma publicação da Secretaria de Saúde do Recife sobre as duas unidades do Centro Comunitário da Paz (Compaz). O texto afirma que o índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) caiu 35% entre 2018 e 2017 nos bairros localizados no raio de até um quilômetro do Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro. Os locais que contemplam essa distância são Bongi, Prado, Torrões e San Martin.

Na unidade Eduardo Campos, que fica no Alto Santa Teresinha, o índice de CVLI caiu 27,3% entre 2017 e 2016, segundo a publicação. Os bairros, além do Alto Santa Terezinha, que estão no raio de 1km do entorno do equipamento são: Beberibe, Água Fria, Dois Unidos, Linha do Tiro e Bomba do Hemetério. A fonte das afirmações no texto é a Secretaria de Defesa Social (SDS). À reportagem, a Gerência de Análise Criminal e Estatística da SDS informou que dispõe dos dados em sua base, mas que só divulga o balanço CVLI discriminado por município, não por bairro.

"Se você for no site do Qualifica Caruaru você vai ver que nesta pandemia não existe nenhum curso disponível."

Checamos:

No momento, não há nenhum curso ou oficina disponível no site do programa Qualifica Caruaru. As últimas postagens que utilizam a palavra-chave “Qualifica Caruaru” no Instagram e Twitter são de fevereiro e início de março, respectivamente.

Entretanto, há pelo menos um registro de curso oferecido através da plataforma durante a pandemia. No site da prefeitura há uma notícia de maio sobre o curso Tecendo Sonhos, que foi oferecido pela Secretaria de Políticas para Mulheres por meio do Qualifica Caruaru.

Delegado Lessa (PP)

“Caruaru recebeu quase 35 milhões de reais do Governo Federal e não implementou um hospital de campanha municipal.”

Checamos:

O montante citado pelo candidato Lessa é previsto pelo Projeto de Lei Complementar 39/2020 que gerou a Lei Complementar nº 173 (LC 173/2020), e estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19). A lei prevê um repasse de 34,4 milhões de reais à Caruaru para “aplicação em ações de enfrentamento à covid-19 e mitigação de seus efeitos financeiros”, dado que a arrecadação dos municípios foi comprometida durante o período de pandemia.

Porém, apenas 5,2 milhões da verba prevista pela LC 173/2020 foi para a Saúde, conforme pode ser conferido no Portal da Transparência da Prefeitura. À reportagem, um representante do Fundo Municipal de Saúde informou que os outros 27,6 milhões foram arrecadados pela Prefeitura para outros fins.

Reprodução/Portal da Transparência de Caruaru
Valor destinado à Saúde pela Lei Complementar 173/2020 - Reprodução/Portal da Transparência de Caruaru

O Fundo Municipal de Saúde do município também recebeu um total de 21,8 milhões do Governo Federal para o enfrentamento da covid-19, que pode ser consultado neste link.

É verdade, no entanto, que em Caruaru não há um hospital de campanha municipal. O único existente na cidade foi construído pelo Governo de Pernambuco. A unidade funciona desde 8 de junho no estacionamento do Hospital Mestre Vitalino e teve um custo de 1,3 milhão.

"E também [em Caruaru] não houveram leitos de UTI. Após nossa cobrança foi que foram implementadas dez unidades."

Checamos:

Apenas em julho foram entregue os primeiros 10 leitos de UTI pela prefeitura de Caruaru, no Hospital Municipal Manoel Afonso. Em abril, o órgão divulgou a abertura de 21 leitos no mesmo hospital, mas estes com capacidade para atender pacientes de baixa e média complexidade.

No entanto, não há dados suficientes para afirmar que os leitos foram implementados após cobrança do deputado. Ao Confere.ai, a assessoria do candidato à prefeitura afirmou que a cobrança por UTIs foram feitas por meio de discursos em reuniões plenárias da Assembleia Legislativa (Alepe).

Marcelo Rodrigues (PT)

“Quando eu olho os números de 2019, eu vi que Caruaru investiu, não sei aonde, R$263.512.000,00 na educação.”

Segundo dados do Portal da Transparência de Caruaru, na aba de Despesas, a soma dos valores empenhados na Secretaria de Educação e no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no ano de 2019 foi de R$ 250.425.299,20.

Portal da Transparência/Reprodução
Despesas da Secretaria de Educação de Caruaru em 2019 - Portal da Transparência/Reprodução

Já o montante de licitações e contratos dedicados à Secretaria de Educação do município no mesmo ano chegaram em R$ 242.832.641,14.

Portal da Transparência/Reprodução
Licitações para a Secretaria de Educação de Caruaru em 2019 - Portal da Transparência/Reprodução

“Fui vítima de fraude como Neymar foi vítima de fraude, William Bonner foi vítima de fraude, o filho de Luciano Huck foi vítima de fraude e vários brasileiros”

Checamos:

A afirmação do candidato está ligada ao uso de seus dados, e de outras personalidades, de forma fraudulenta para acessar o auxílio emergencial do governo, fornecido por meio da Caixa Econômica Federal. É verdade que o jogador Neymar, atacante do Paris Saint-German, teve seu CPF utilizado para solicitar o auxílio de R$ 600. Quanto aos outros citados, o jornalista e âncora William Bonner denunciou o uso de dados do seu filho para uma solicitação do auxílio, não os do próprio apresentador. O auxílio não foi a primeira fraude que envolveu os dados do citado. Criminosos vinham usando os dados do filho de William há três anos. Nenhum dos filhos de Luciano Huck sofreu fraude de dados. O apresentador não deu nenhuma declaração relacionada ao assunto.

Raffiê Dellon (PSD)

“Nós temos ¼ da população do nosso município dependente do Bolsa Família.”

Checamos:

Houve exagero na fala do candidato Dellon. De acordo com a Controladoria-Geral da União, responsável pelo Portal da Transparência, neste ano são 32.915 beneficiados pelo Programa Bolsa Família, do governo federal, em Caruaru. O número equivale a 10,45% da população total do município, e não ¼ dela (25%).

“De acordo com a última Prova Brasil, nós tivemos aproveitamento muito baixo no que diz respeito aos alunos do 9º ano aqui na rede pública municipal. Apenas 11% atingiram a situação de resolutividade na questão matemática. Só pro senhor ter uma ideia, no comparativo nacional, a média é 70%.”

Checamos:

A última Prova Brasil, hoje chamada de Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), foi realizada ano passado. O conjunto de avaliações têm por objetivo dar um diagnóstico da educação básica no Brasil, com provas de Língua Portuguesa e Matemática. As médias com os desempenhos dos estudantes, apuradas por meio do Saeb, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Não há evidências para comprovar que os percentuais citados pelo candidato estão corretos. O sistema de notas do Saeb é medido por uma escala de proficiência, com 13 níveis (do nível 0 ao nível 12). E o município se saiu melhor que o Brasil. O resultado para a prova de matemática dos estudantes do 9º ano da rede municipal de Caruaru, contando área rural e urbana, foi de média 265,78, que os põe no nível 3 da escala. A média nacional em matemática do 9º ano, em 2019, foi de 263, deixando os estudantes caruaruenses acima da média do país.

Inep/Reprodução
Resultados da prova do Saeb de 2019 - Inep/Reprodução

Confere.ai

Se você estiver em dúvida com algum link ou texto que recebeu em suas redes, pode checar no Confere. Ferramenta automática de checagem, o Confere.ai utiliza inteligência artificial para analisar o nível de desinformação presente em conteúdos noticiosos. Para usar uma plataforma é bem simples: basta acessar 'www.confere.ai' e colar o link ou texto desejado na barra de checagem. Em poucos segundos o Confere te apresenta o resultado.

 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias