fora de contexto

Pernambuco não fechará shoppings, bares, restaurantes e comércio de praia neste fim de semana (21 e 22 de novembro); notícia que está circulando é antiga

Notícia publicada em março voltou a circular nos últimos dias

Laís Arcanjo
Laís Arcanjo
Publicado em 19/11/2020 às 9:45
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
O barraqueiro José Carlos, 42 anos, trabalha na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

confere.ai
Matéria produzida pelo projeto Confere.ai em parceria com o Jornal do Commercio. - confere.ai

Voltou a circular nas redes a notícia publicada pelo JC de que o Governo de Pernambuco decretou o fechamento de shoppings, salões de beleza e correlatos, clubes sociais, bares, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia para tentar conter o avanço do coronavírus no Estado. O conteúdo, na verdade, não é recente.

O decreto em questão foi anunciado para o dia 21 de março, durante um pronunciamento do governador Paulo Câmara (PSB) em 19 de março. O que causou a volta de compartilhamentos da notícia foi justamente as datas: o fim de semana da determinação (21 e 22 de março) conciliam com as datas do próximo fim de semana (21 e 22 de novembro).

Na época, o estado divulgou que 22 pessoas estavam infectadas pela covid-19 e 364 casos em investigação. Hoje, são 172.716 casos confirmados e 8.873 óbitos em Pernambuco.

O Confere.ai reitera a importância da checagem das informações. Antes de compartilhar qualquer conteúdo, cheque data e mês de publicação da notícia, normalmente postas no topo da página do site. O conteúdo pode ser antigo e está sendo utilizado fora do seu contexto real.

Confere.ai

O Confere.ai é a primeira plataforma de verificação automática de conteúdos do Nordeste. A ferramenta utiliza técnicas de inteligência artificial para detectar se uma notícia possui características de uma desinformação. Para utilizá-la é simples: basta acessar ‘www.confere.ai’ e colar o link ou texto a ser checado. Você receberá como resposta o nível de desinformação presente no conteúdo checado, que pode ir de mínimo - selo para links ou textos com poucos indícios de serem enganosos - a crítico, para notícias com muitas características de desinformações.

Comentários

Últimas notícias