Confere aí

Pernambuco vai fechar bares? Entenda como funciona a checagem de uma informação colocada fora de contexto

Notícia antiga voltou a circular nessa quinta-feira (19) e mobilizou a equipe de checadores e monitoramento do JC para desmentir o que se tornou um boato.

Alice de Souza
Alice de Souza
Publicado em 20/11/2020 às 16:26
Notícia

ANDREA RÊGO BARROS/ARQUIVOPCR
Notícia antiga voltou a circular, mas bares não irão fechar neste fim de semana. - FOTO: ANDREA RÊGO BARROS/ARQUIVOPCR
Leitura:

A possibilidade de um novo fechamento de serviços em Pernambuco, em função da pandemia da covid-19, mobilizou uma onda de desinformação na internet nessa quinta-feira (20). Circulou a notícia descontexualizada de que shoppings, bares, restaurantes e comércio de praia fechariam as portas no próximo fim de semana. O boato tinha como pano de fundo uma verdade, uma notícia publicada no JC Digital em março que voltou a circular fora de contexto e precisou ser desmentida pelo próprio jornal. Mostramos aqui como identificamos e desmentimos a informação, a partir do monitoramento da audiência do site, e te ensinamos a não cair mais nessa.

Publicada em 19 de março deste ano, a notícia do JC Online fazia referência a um decreto do Governo de Pernambuco, anunciado em pronunciamento do governador Paulo Câmara e publicado no Diário Oficial no dia 20 daquele mês. Uma das notícias originais foi publicada pelo JC no dia 19 de março, às 13h25, contudo nessa quinta-feira o conteúdo voltou a gerar visualizações e cliques. O crescimento de leitura na matéria foi identificado pelo monitoramento diário das plataformas digitais do SJCC, que mede a quantidade e intensidade de leitura de tudo o que é publicado. Apenas ontem, a notícia antiga teve 2,8 mil visualizações de página.

"Observando o monitoramento, notamos que duas matérias sobre o mesmo assunto, com data de março, estavam com audiência alta”, explicou o editor-executivo do NE10, Elton Ponce. Para tentar entender por que um conteúdo publicado há oito meses voltou a ter pico de audiência, foi preciso analisar de onde vinham os leitores. “Mais criteriosamente, identificamos que a audiência vinha de maneira ‘direta’, notando que provavelmente seria tráfego via WhatsaApp”, detalha Elton Ponce.

Além disso, havia um ponto central: as datas do fim de semana em que passou a valer o decreto em março coincidiam com as mesmas datas dos próximos sábado e domingo, 21 e 22, o que ajudou a confundir muitos leitores. A primeira medida da equipe JC foi reescrever o título, para deixar nas matérias ainda mais claramente que se tratava de uma notícia antiga, e não de novembro de 2020.

“Logo em seguida, solicitamos à equipe do Confere.ai para que fosse feita a devida checagem de uma informação compartilhada fora de contexto.” Para fazer o desmentido, foi necessário resgatar os fatos, buscar o decreto oficial do governo de Pernambuco e identificar se havia algum novo posicionamento do Estado sobre a possibilidade de um novo lockdown do comércio. A partir de então, foi publicada uma nova matéria esclarecendo a confusão de datas, ainda nas primeiras horas da manhã da quinta-feira.

A reportagem se tornou o conteúdo mais lido do site ao longo de todo o dia e também nesta sexta-feira (20), uma evidência do alcance da informação retirada de contexto e, sobretudo, do interesse das pessoas em saber a verdade sobre o tema. Para que se tenha uma ideia, foram 195,9 mil visualizações de página entre a quinta-feira (19) e a tarde da sexta-feira (20).

Como identificar conteúdos fora de contexto

O compartilhamento de links antigos como se fossem notícia atual é uma forma comum de desinformação. Por vezes, acontece por desatenção, mas também pode ser proposital, para enganar algumas pessoas. O Confere.ai publicou, em agosto deste ano, uma reportagem na qual mostra como identificar esses conteúdos antigos que voltam a circular.

Reprodução/JC
Data de publicação de uma matéria, no JC, fica ao lado da foto do autor. Observá-la ajuda a escapar de informações fora de contexto. - Reprodução/JC

O mais importante ao receber um conteúdo que parece fora de contexto é prestar atenção na data. Nas matérias publicadas no JC Online, a data e a hora da publicação aparecem ao lado do nome e da foto do autor da matéria, no canto esquerdo superior da tela. É a informação que está logo abaixo do título e antes da foto correspondente ao texto.

Confere aí

O Confere.ai é a primeira plataforma de verificação automática de conteúdos do Nordeste. A ferramenta utiliza técnicas de inteligência artificial para detectar se uma notícia possui características de uma desinformação. Para utilizar-la é simples: basta acessar 'www.confere.ai' e colar o link ou texto a ser checado. Você receberá como resposta o nível de desinformação presente no conteúdo checado, que pode ir de mínimo - selo para links ou textos com poucos indícios de serem enganosos - um crítico, para notícias com muitas características de desinformações.

Comentários

Últimas notícias