PROBLEMA NO METRÔ

Fogo e fumaça no metrô causam tumulto na Estação Mangueira, no Recife

Passageiros desceram do veículo quando chegou na estação e o metrô foi recolhido para a garagem

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 30/11/2020 às 19:45
Notícia

CORTESIA
Fato ocorreu por volta das 17h40 - FOTO: CORTESIA
Leitura:

Passageiros do metrô do Recife tomaram um susto na tarde desta segunda-feira (30). É que, por volta das 17h40, um princípio de incêndio foi percebido embaixo de um trem que se aproximava da Estação Mangueira, na linha Centro.

De acordo com informações da TV Jornal, o trem ficou parado por cerca de 20 minutos e, posteriormente, depois que os passageiros desceram do veículo e as chamas foram debeladas, ele foi recolhido para a garagem e a circulação voltou ao normal.

Ainda segundo a TV Jornal, por volta das 19h20, a movimentação já estava tranquila na Estação Mangueira.

De acordo como chefe de comunicação da Companhia Brasileira de Trens Urbanos, Salvino Gomes, explicou que as causas do acidente estão sendo investigadas, mas, ao que tudo indica, as chamas haviam sido provocadas pelo atrito dos rodelhos do trem que estavam travados no momento da operação. O fogo foi debelado logo.

Hoje também houve roubo de cabos de sinalização

Os trens da Linha Centro do Metrô circularam com velocidade reduzida nesta segunda-feira (30), por conta de mais um furto de cabos de sinalização entre as estações Joana Bezerra e Afogados. O crime teria acontecido na noite do último domingo (29), e cerca de 120 metros foram levados.

De acordo com a CBTU, o roubo de cabos gera vários transtornos, que prejudicam a locomoção dos passageiros. Um deles é a falsa ocupação com lentidão dos trens, no qual o sistema entende que há um trem num local da via que na verdade está vazio.

Descarrilamento

Este atraso na Linha Centro do Metrô se choca diretamente com os problemas enfrentados há mais de dez pelos passageiros da Linha Sul. Na sexta-feira (20), o terceiro vagão dos quatro que fazem parte da composição de um trem não conseguiu alinhar corretamente aos trilhos ao chegar na plataforma e cedeu levemente, gerando o princípio de descarrilamento. Por conta disso, a linha Sul tem operado em via singela (quando apenas uma via é usada pelos trens nos dois sentidos). Assim, a linha vem operando com intervalos maiores entre as viagens.

>> Vídeo mostra momentos de tensão em desalinhamento de trem em estação de metrô no Recife

Cabos furtados há uma semana

Na manhã da segunda-feira (24), há uma semana, um homem foi filmado, por volta das 6h20, furtando cabos do mesmo ponto da Linha Centro do metrô do Recife, entre as estações Joana Bezerra e Afogados. A CBTU chegou a divulgar imagens com o objetivo de que a população ajude na identificação do suspeito.

Pelas gravações, é possível ver o homem de camisa vermelha subindo na plataforma da Estação Joana Bezerra com uma sacola de cabos. Após isto, ele pega o trem com destino à Estação Afogados, onde se evade do local. 

Aumentos no preço da passagem do metrô

Em março deste ano, a passagem do metrô chegou a R$ 4. O reajuste fez parte de uma série de seis aumentos escalonados que tiveram início em abril de 2019, quando o bilhete deixou de custar R$ 1,60. Somados, os acréscimos significaram uma alta de 150% no preço. À época, a CBTU justificou que a atualização evitaria a paralisação do sistema, que operava em déficit financeiro. O valor não era atualizado havia seis anos.

Comentários

Últimas notícias