MARÇO

Mês da Mulher ganha foco com iniciativas diversas do SJCC

Jornalistas mulheres conduzindo debates na Rádio Jornal e série de vídeos na TV e plataformas digitais são algumas das ações

JC
JC
Publicado em 07/03/2021 às 7:23
Notícia
LUISI MARQUES/JC IMAGEM
MODA E INDEPENDÊNCIA Mércia Moura conversou com a equipe do SJCC na sede da grife Marie Mercié - FOTO: LUISI MARQUES/JC IMAGEM
Leitura:

Às vésperas de mais um Dia Internacional da Mulher, ocasião histórica de luta em prol dos direitos femininos, o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação se une a esse esforço de valorizar cada vez mais o protagonismo das mulheres, onde quer que elas estejam.

Foi assim que nasceu o Mês da Mulher SJCC, que prevê uma série de iniciativas que colocam os diversos papeis femininos no centro da discussão. A programação começa nesta segunda-feira, 8 de março, com dois programas mais que especiais na Rádio Jornal: o debate da Supermanhã, às 11h, será conduzido por mulheres e terá apenas convidadas; além disso, o debate do programa O Assunto é Futebol Segundo Tempo, às 13h15, também vai contar com uma jornalista como apresentadora, pela primeira vez.

"O protagonismo feminino se dá em várias áreas e nada mais justo do que, em um dia dedicado à mulher, que este espaço, predominantemente conduzido por homens, seja ocupado por mulheres. É um ato simbólico e que reconhece a capacidade e a possibilidade de uma mulher estar onde quiser", pontua a diretora de Jornalismo da Rádio e TV Jornal, Mônica Carvalho.

Para o debate da Supermanhã, as convidadas são a advogada Manoela Alves, presidenta da Comissão de Igualdade Racial da OAB-PE e primeira conselheira negra da casa em 88 anos; a empreendedora digital Simony César, idealizadora da ferramenta Nina, que permite denunciar casos de assédio no transporte coletivo; e a doutora Alzira Almeida, pesquisadora emérita da Fundação Oswaldo Cruz e referência para os estudos da peste, com dezenas de artigos publicados em 53 anos de atividade profissional. Elas conversam sobre os desafios e a importância de assumir cargos pioneiros e de liderança no Brasil, com a mediação das jornalistas Mônica Carvalho e Mirella Martins.

Mulheres de luta

Outra iniciativa do Mês da Mulher SJCC é a campanha em vídeo Minha Luta Faz a Diferença, que começa a ser veiculada nesta segunda, no TV Jornal Meio-Dia. Cada peça vai contar a história de uma mulher entre várias que construíram uma presença na sociedade pernambucana, em diversos segmentos de atuação. Há profissionais de educação, de comunicação, comerciantes. Empresárias, representantes do terceiro setor, da cultura. Gente que batalha há muitos anos e já colhe reconhecimentos, outras que estão chegando nesse estágio agora. A ideia é apresentar essa diversidade de mulheres, ressaltar a importância da atuação de cada uma delas, tanto individualmente quanto nos grupos em que se inserem.

"Sabemos que sempre há um degrau a mais para as mulheres subirem. Uma dificuldade a mais, um obstáculo a mais. O ranço do machismo e do patriarcado é um traço muito forte na sociedade, mas nos levantamos diariamente contra ele, e é isso que essas mulheres fazem. O objetivo da campanha é valorizar cada uma delas e mostrar que muitas outras podem seguir caminhos parecidos. Precisam só de um exemplo, um empurrãozinho. Se pudermos colaborar com uma única mulher para ganhar sua independência, o resultado já é excelente", avalia Lívia Bem, gerente de Marketing Institucional do SJCC.

Vitrine

A força da audiência do portal NE10 está na base da Vitrine do Empreendedorismo Feminino. Durante o mês de março, a primeira página do site vai divulgar iniciativas de pequenas empreendedoras, sejam elas comerciantes, prestadoras de serviço, escritoras ou artistas de qualquer área. O espaço vai servir para mostrar o trabalho e fortalecer a cadeia de produção das pequenas empresas tocadas por mulheres. "A ideia da Vitrine do Empreendedorismo Feminino é usar o poder do NE10 para destacar essas empreendedoras", resume Lívia.

Comentários

Últimas notícias