VIOLÊNCIA

Motorista da vice-governadora é assassinado a tiros durante tentativa de assalto na Zona Norte do Recife

O militar estava de folga e, segundo moradores, o crime não teve ligação com a sua profissão

Larissa Lira
Larissa Lira
Publicado em 21/07/2021 às 17:41
Notícia
REPRODUÇÃO / TV JORNAL
LATROCÍNIO Carro do policial militar não foi levado pelos criminosos - FOTO: REPRODUÇÃO / TV JORNAL
Leitura:

Com informações da TV Jornal

O 3º Sargento da Polícia Militar Adelcio Miguel Ângelo Júnior, 43 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto na Rua Prefeito Agostinho Nunes Machado, no Sítio dos Pintos, Zona Norte do Recife, na tarde desta quarta-feira (21). Ele atuava como motorista da vice-governadora do Estado, Luciana Santos. A assessoria dela confirmou que o militar estava de folga no momento do crime. Um dos suspeitos foi preso no local e confessou o crime. 

Segundo os moradores da área, o sargento foi realizar a entrega de um vídeo game no Sítio dos Pintos. Dois homens teriam se passado por clientes e abordado o militar no momento em que ele abriu o porta-malas do carro para retirar o objeto. Assustado com a investida, Adelcio teria corrido e acabou atingido por dois tiros.

REPRODUÇÃO / TV JORNAL
O homicídio aconteceu no Sítio dos Pintos, Recife - REPRODUÇÃO / TV JORNAL

O corpo da vítima estava a 50 metros do seu carro, estacionado em frente a Igreja Católica de Sítio dos Pintos. As imagens da câmera de segurança de um condomínio próximo ao local podem ajudar nas investigações.

O policial militar tinha 14 anos de PMPE e há 4 anos estava à disposição da Casa Militar. Deixou esposa e dois filhos. A vítima, de acordo com Luciana Santos, era uma pessoa de paz, sempre muito tranquilo e de atitudes gentis. "Conquistou o respeito e o afeto de todos que trabalhavam com ele", completou em nota enviada à imprensa. A presidente nacional do PCdoB também prestou solidariedade a família do seu ex-motorista. 

 Leia na íntegra a nota de Luciana Santos: 


"Estamos todos consternados com a notícia da morte do sargento Ângelo. Membro da nossa equipe, durante todo o tempo de convivência demonstrou ser uma pessoa de paz. Sempre muito tranquilo e de atitudes gentis, conquistou o respeito e o afeto de todos que trabalhavam com ele, tanto entre os civis, como entre os colegas da Casa Militar. Sua esposa, seus filhos e toda a família têm toda minha solidariedade.".

Investigações

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, as forças de segurança estão trabalhando de forma integrada nas investigações sobre o homicídio. Conforme as investigações iniciais, o militar foi vítima de um possível latrocínio.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou inquérito e está reunindo elementos, informações e provas sobre o crime. 

Leia a nota na íntegra: 

As forças de segurança estão trabalhando de forma integrada nas investigações sobre a morte de um policial militar, em Sítio dos Pintos, no Recife, no início da tarde de hoje (21/07). Ele estava de folga, quando foi vítima de um possível latrocínio, conforme as investigações iniciais. Ao ser baleado, não resistiu aos ferimentos.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa instaurou inquérito e está reunindo elementos, informações e provas de modo a esclarecer os fatos com maior brevidade e punir os responsáveis. Um suspeito foi preso em flagrante, pelo crime de latrocínio, por policiais do 11º Batalhão da PMPE, responsável pelo policiamento ostensivo nessa área. Os trabalhos prosseguem.

O policial militar tinha 14 anos de PMPE e há 4 anos estava à disposição da Casa Militar. Deixou esposa e dois filhos. A Polícia Militar, assim como a Casa Militar, estão prestando assistência aos familiares. Essa é uma perda irreparável para a corporação, a segurança pública, companheiros de trabalho, amigos e parentes.

 

REPRODUÇÃO / TV JORNAL
O homicídio aconteceu no Sítio dos Pintos, Recife - FOTO:REPRODUÇÃO / TV JORNAL

Comentários

Últimas notícias