IMUNIZAÇÃO

Pernambuco recebeu dois lotes dos 25 da Coronavac que tiveram a distribuição e o uso suspensos pela Anvisa

O Estado recebeu dois lotes da Coronavac com 264.840 doses que estão com o uso e a distribuição suspensos pela Anvisa por terem sido produzidos num laboratório que não foi inspecionado pela entidade

Angela Fernanda Belfort
Cadastrado por
Angela Fernanda Belfort
Publicado em 04/09/2021 às 18:14 | Atualizado em 04/09/2021 às 22:08
MIVA FILHO/SES
Pernambuco recebeu dois lotes da Coronavac - que continham 264.840 doses - que estão com a distribuição e o uso suspensos pela Anvisa - FOTO: MIVA FILHO/SES
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de (SES-PE) informou que Pernambuco recebeu dois lotes - que continham 264.840 doses - entre os 25 lotes da Coronavac que tiveram a sua distribuição e aplicação suspensos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os dois lotes recebidos chegaram ao Estado no final de julho e em setembro. A suspensão ocorreu, de forma cautelar, porque os imunizantes foram produzidos numa fábrica que não foi inspecionada pela Anvisa. 

>> Pernambuco recebe mais 94 mil doses da vacina da Pfizer contra a covid-19

Os municípios que receberam estes lotes dos imunizantes estão sendo notificados pela SES-PE para suspender o uso dos mesmos. A secretaria está aguardando a orientação do Ministério da Saúde para decidir quais serão os procedimentos a serem adotados. Localmente, ainda não se sabe quantas pessoas tomaram as doses dos lotes suspensos.

Por meio do Programa Estadual de Imunizações (PNI-PE),  a SES-PE foi notificada da decisão da Anvisa em suspender, de forma cautelar, a distribuição e o uso de alguns lotes da vacina Coronavac/Butantan.

Ainda de acordo com a SES-PE, o Ministério da Saúde (MS) orienta aos municípios que receberam os lotes citados, que suspendam a utilização destes e que reservem/separem os quantitativos, conservando em temperatura entre 2ºC e 8º C até nova orientação do órgão federal. A suspensão deve ocorrer por até 90 dias. 

A Anvisa informou também que serão feitas tratativas junto ao Butantan para regularizar o novo laboratório onde foram produzidas as 12 milhões de doses em 25 lotes, que estão com a distribuição e o uso suspensos pela Anvisa. 

Os demais lotes da Coronavac vão continuar sendo usados. A Coronavac foi aprovada por testes, é segura e já foi aplicada no braço de milhões de brasileiros. 

TRANQUILO

O diretor presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, disse que não há motivo para a população ter pânico e que deve continuar tranquila com relação à coronavac, que é segura e obedeceu a vários requisitos antes de ser aprovada pela Anvisa. Talvez a agência envie funcionários ao laboratório chinês que produziu os lotes que estão suspensos. 

A suspensão ocorreu somente porque o laboratório não foi inspecionado pela Anvisa. Todos os demais que produziram as vacinas da Coronavac passaram por este tipo de inspeção. 

Comentários

Últimas notícias