Mobilidade

Faixa Azul, exclusiva para ônibus, começa a ser implantada em novo corredor da Zona Sul do Recife

A iniciativa deve beneficiar cerca de 65 mil pessoas que utilizam o transporte público na capital pernambucana

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 24/09/2021 às 6:00
Notícia
Marcos Pastich/PCR
O equipamento possui 2,2 km de extensão e liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura. - FOTO: Marcos Pastich/PCR
Leitura:

Na noite desta quarta-feira (22), deu-se início às obras de implantação da Faixa Azul, no corredor da Avenida Visconde de Jequitinhonha, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. O equipamento possui 2,2 km de extensão e atua como faixa exclusiva para o transporte público na capital. A nova intervenção que liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura soma-se aos outros corredores já implantados na cidade, sendo eles na Avenidas Domingos Ferreira, Conselheiro Aguiar, Herculano Bandeira (apenas um trecho) e Mascarenhas de Moraes.

>> Corredor viário do Recife ganhará Faixa Azul para ônibus

Marcos Pastich/PCR
O equipamento possui 2,2 km de extensão e liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura. - Marcos Pastich/PCR
Marcos Pastich/PCR
O equipamento possui 2,2 km de extensão e liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura. - Marcos Pastich/PCR
Marcos Pastich/PCR
O equipamento possui 2,2 km de extensão e liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura. - Marcos Pastich/PCR
Marcos Pastich/PCR
O equipamento possui 2,2 km de extensão e liga o trecho entre a Rua Capitão Zuzinha e Avenida Armindo Moura. - Marcos Pastich/PCR

A intervenção é uma iniciativa da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (Sepul), da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), e deve beneficiar cerca de 65 mil pessoas, já que o serviço visa a redução do tempo de deslocamento. Segundo a gestão, a obra é um passo para o avanço na democratização do espaço público e investimento na qualidade de vida das pessoas.

O prefeito João Campos visitou a obra da Avenida Visconde de Jequitinhonha, na noite da quarta-feira (22) e comentou a implantação do novo trecho, que integra os 6 km de Faixa Azul já existentes no corredor centro-sul, nas avenidas Herculano Bandeira e Domingos Ferreira. “Isso cria uma rede de mais de 8 quilômetros e reduz em até 15 minutos o deslocamento. É nossa obrigação priorizar o transporte público e fazer com que ele possa melhorar a cada dia”, defendeu o gestor municipal.

Ao todo, a capital pernambucana possui 67 km de corredores exclusivos, sendo 45 km implantados desde 2013 com o Projeto Faixa Azul. Segundo a Prefeitura, cerca de 1 milhão de passageiros de ônibus são beneficiados diariamente com o serviço.

Trânsito

A presidente da CTTU Taciana Ferreira explica que o equipamento é pensado para beneficiar as pessoas que utilizam o transporte coletivo, que é um quantitativo maior que as 48 mil que circulam diariamente em carros particulares na Avenida Visconde de Jequitinhonha. “A Faixa Azul é pensada para priorizar o coletivo sobre o individual, como o Código de Trânsito direciona. Então pensamos nessas pessoas que têm a rotina de usar os ônibus e precisam sair dos grandes engarrafamentos para ter mais qualidade de vida ao reduzir o tempo de viagem”, informa Taciana Ferreira.

De acordo com a pesquisa de origem e destino desenvolvida pelo Instituto Pelópidas Silveira, organização vinculada à Prefeitura do Recife, mais de 78% dos recifenses vão ao trabalho utilizando um dos seguintes meios: transporte público, bicicleta ou a pé, o que revela a importância das faixas azuis na cidade. 

“Em qualquer cidade do mundo, o transporte público é o meio mais eficiente para solucionar problemas de mobilidade e reduzir congestionamentos, além do que polui menos que os automóveis. E até mesmo do ponto de vista da segurança viária é mais vantajoso: um estudo mostra que as chances de sofrer um sinistro de trânsito é até 90 vezes menor para os usuários de transporte público, se comparado aos motociclistas, por exemplo”, explica Gustavo Sales, Coordenador na Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global no Recife.

Comentários

Últimas notícias