Acidente

Após acidente com ônibus em Olinda, braço de adolescente é reimplantado no HR

A vítima tem 16 anos e estava com o braço para fora do veículo quando o ônibus passou de raspão em um poste

Bruna Oliveira Douglas Hacknen
Bruna Oliveira
Douglas Hacknen
Publicado em 24/09/2021 às 19:04
Notícia
DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM
Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife - FOTO: DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Com informações de Emerson Pereira, da TV Jornal

O adolescente de 16 anos que teve o braço decepado na manhã desta sexta-feira (24), após sofrer acidente na cidade de Olinda, Região Metropolitana do Recife, já teve o membro direito reimplantado. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife, onde foi realizado o procedimento cirúrgico. Segundo o HR, ele se encontra na sala de recuperação da unidade de saúde.

Inicialmente, será necessário ficar sob observação por 72h para saber como o corpo dele irá agir ao procedimento. O procedimento envolve a religação dos ossos, músculos e vasos sanguíneos e, por isso, é necessário um tempo maior para saber se dará certo ou não.

O acidente ocorreu próximo ao Convento Santa Tereza, no bairro do Varadouro, após o coletivo, que fazia a linha Pau Amarelo, no sentido Centro do Recife, e trafegava pela faixa exclusiva de ônibus, na Avenida Olinda, se aproximar da calçada e bater de raspão, em um poste. O rapaz estava sentado na última cadeira e teria colocado o braço para fora. Com isso, ele acabou sendo atingido.

Na sequência, o motorista teria se assustado e batido o retrovisor em outro poste. O profissional parou alguns metros depois para socorrer a vítima. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou o jovem até o HR.  

Em nota, a Conorte informa que "lamenta o fato e se coloca à disposição das autoridades policiais com o objetivo de ajudar nas investigações". Já o Grande Recife afirmou que está acompanhando, por meio da Gerência de Relacionamento, o caso. "O objetivo do órgão é garantir que a empresa operadora preste toda a assistência ao jovem e sua família", escreveu.

Comentários

Últimas notícias