CRIME

Bebê é encontrado morto, ainda dentro de saco gestacional, em ponto de coleta de resíduos na Zona Oeste do Recife

A informação é de que o corpo apresentava marcas de sangue, o que pode indicar que teria sido abandoado pouco antes

Giovanna Torreão Julianna Valença
Giovanna Torreão
Julianna Valença
Publicado em 24/11/2021 às 16:44
Notícia
Élder Mele / TV Jornal
O bebê estava dentro de um saco - FOTO: Élder Mele / TV Jornal
Leitura:

Com informações da TV Jornal

Um bebê foi encontrado morto dentro de uma sacola e ainda envolto no saco gestacional, nesta quarta-feira, na Estrada do Barbalho, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife. A informação é de que o corpo apresentava marcas de sangue, o que pode indicar que teria sido abandoado pouco antes.

Élder Mele / TV Jornal
Bebê teria sido encontrado em um ponto de coleta de resíduos - Élder Mele / TV Jornal
Élder Mele / TV Jornal
O bebê foi encontrado na Zona Oeste do Recife - Élder Mele / TV Jornal
Élder Mele / TV Jornal
O bebê estava dentro de um saco - Élder Mele / TV Jornal

Até o momento, ao menos duas versões chegaram para polícia. A primeira é de que carroceiros teriam encontrado a sacola com o corpo quando estavam recolhendo materiais em um ponto de coleta de resíduos. A segunda versão que a polícia investiga é de que um funcionário do Ecoponto teria recolhido a sacola em uma rua a cerca de 120 metros da estação e, quando foi despejar o material, teria percebido que dentro da sacola havia um bebê.

Os trabalhadores da estação ficaram bastante abalados com o ocorrido. Muitas pessoas se juntaram em frente ao centro de coleta de materiais recicláveis e, sob gritos de "justiça", teriam também tentado entrar o espaço. "A notícia é triste, chocou muita gente aqui da localidade", disse uma moradora. Segundo outra moradora, que também não se identificou, a criança seria do sexo masculino. "Parecia ser um menino. Correu por aqui a notícia que o bebê estava jogado pelo lixo e é algo muito chocante", relatou.

O aposentado Luiz Carlos de Abreu disse não compreender a ação dos pais da criança. "Isso para mim não é gente. Não existe fazer isso, jogar uma criança no lixo. Não pode acontecer isso, se não pode criar leva para o hospital", relatou.

Segundo a Polícia Militar, agentes do 13º Batalhão foram acionados para averiguar uma denúncia em que um feto teria sido encontrado dentro de uma lixeira na Estrada do Barbalho, na Iputinga. Ao chegar no local, a PM constatou a ocorrência e acionou os órgãos competentes.

À reportagem do JC, o conselheiro tutelar da 4ª Região Lucas Peixoto informou que o órgão ainda não foi oficialmente notificado e que, posteriormente, após a identificação de maiores informações referentes a família e possivelmente outras crianças, o caso deve ser encaminhado para o Conselho Tutelar.

No início da tarde, uma equipe da Delegacia do Cordeiro esteve no local para iniciar as investigações. O corpo do bebê foi recolhido e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife. O Instituto de Criminalística também foi acionado.

A Polícia Civil registrou o acontecido como morte a esclarecer. O órgão disse que está tomando todas as providências para o esclarecimento dos fatos.

Comentários

Últimas notícias